Ronda Preventiva da Defesa Civil intensifica monitoramento a locais de risco de incêndio florestal na cidade

Com previsão de dias de baixa umidade relativa do ar, iniciativa fortalece medidas de prevenção por todo o município.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Iniciada há um mês, a “Ronda Preventiva” da Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias tem sido importante instrumento para o trabalho de conscientização da Prefeitura para a prevenção de incêndios florestais no período de seca, intensificado entre os meses de julho a setembro. Desde o dia 20 de julho as equipes adotaram a rotina: duas vezes ao dia as viaturas da Defesa Civil percorrem a cidade para a identificação de situações de risco. As rondas contribuem no reforço da segurança nos períodos de baixa umidade relativa do ar, como o esperado para os próximos dias.

As equipes da Defesa Civil circulam por toda cidade, com foco para as regiões de maior risco nessa época, como os distritos da Posse, Pedro do Rio e Itaipava. “Esse trabalho das equipes técnicas, de acompanhamento das previsões e monitoramento constante da cidade tem sido de grande contribuição para a eficácia da gestão de risco de incêndios”, destaca o prefeito interino Hingo Hammes.

De acordo com o departamento de meteorologia da Defesa Civil, que faz o acompanhamento diário da mudança do tempo, a previsão para os próximos dias é de baixa umidade. De acordo o boletim divulgado nesta quinta-feira (19), o município enfrentará dias sem chuva e pode ser registrado índice de umidade relativa do ar abaixo de 40%, o que pode refletir em ocorrências de incêndios florestais. Nestes casos, a atenção das equipes da Defesa Civil é redobrada para a identificação de eventos e acionamento imediato dos órgãos competentes.

“Houve casos em que esse trabalho conseguiu alertar para o fogo em área de grande risco. E claro, a conscientização da população é de grande relevância para evitar que a cidade sofra com as consequências desses incêndios”, destacou o secretário da Defesa Civil, o tenente coronel, Gil Kempers.

A Defesa Civil tem atuado frequentemente para orientação e mudança de conduta da população. Constantemente a secretaria emite alertas de riscos de incêndios florestais e ainda atua com material educativo. Uma cartilha de prevenção a incêndios foi elaborada para alertar sobre condutas que podem oferecer risco, entre as quais as práticas de soltar balões, a queima de lixo e o descarte de guimba de cigarro próximos a locais de vegetação seca.

Atualmente a Defesa Civil trabalha alinhada com outros órgãos para a prevenção e combate a incêndios florestais. A Ronda Preventiva tem contribuído para maior agilidade dos atendimentos do 15° Grupamento dos Bombeiros Militares, que são acionados em casos de focos de incêndio. O monitoramento e combate também envolve outras instituições de proteção ao meio ambiente como ICMBio, a Rebio Araras e Inea.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.