Foto: Divulgação

Rock The Mountain faz parceria para empregar mulheres vítimas das chuvas em Petrópolis e promove campanha antirracista no festival

Adesivos com mensagens: “Eu apoio mulheres pretas de Petrópolis”, “Música, amor e combate ao racismo ambiental” e “Papo racista não cola mais. Sem tempo para o preconceito” estão sendo distribuídos no festival
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Uma parceria entre o Rock The Mountain e a ONG Todos Juntos Ninguém Sozinho está empregando mulheres vítimas das chuvas em Petrópolis durante o festival que ocorreu no fim de semana 5 e 6 e continua nos dias 12 e 13 de novembro, no Parque de Itaipava. As mulheres, em sua maioria negras, viviam em regiões que foram muito atingidas pelos deslizamentos em fevereiro.

Além disso, o festival está promovendo junto com a ONG uma campanha antirracista. Durante o evento, serão distribuídos adesivos com as mensagens: “Eu apoio mulheres pretas de Petrópolis”, “Música, amor e combate ao racismo ambiental” e “Papo racista não cola mais. Sem tempo para o preconceito”. Todos com a hashtag antirracista.

A iniciativa reforça a preocupação latente do RTM com o tripé da sustentabilidade: ambiental, social e econômico. “A parceria com a ONG Todos Juntos Ninguém Sozinho é uma forma de dar visibilidade para a luta dessas mulheres e, ao mesmo tempo, gerar emprego e renda. A ideia é também reforçar o cuidado que a gente tem de promover impactos sociais positivos na cidade que abraça o festival desde 2013”, diz Ricardo Brautigam, organizador do festival. 

Pâmela Mercia, idealizadora da ONG, conta que também será feita uma arrecadação durante o evento para tentar custear cursos de capacitação que serão promovidos em 2023 pelo projeto Sustenta Elas. As doações poderão ser feitas por PIX. “Neste ano fizemos o projeto piloto, onde foram oferecidas oficinas de saboaria, macramê e brechó. Nossa ideia é atender mais mulheres no ano que vem, para que possam trabalhar em casa e gerar renda”, diz.

Pâmela ressalta que a visibilidade que o RTM proporciona ao projeto é ainda mais significativa neste mês em que é lembrado o Dia da Consciência Negra. “O festival abraça o projeto, apoiando na divulgação, mostrando toda solidariedade para essas mulheres, contratando temporariamente para trabalharem e mostrando que apoia projetos que lutam em prol da igualdade racial. Focado na sustentabilidade, ele apoia ainda o trabalho que luta contra o racismo ambiental. Vejo a iniciativa de grande importância em uma cidade que teve fortemente sua economia afetada após as tragédias. Que este espaço de divulgação possa servir para chamar a atenção de novos apoiadores e parceiros”, diz.

Para saber mais sobre o trabalho desenvolvido pela Ong e o projeto Sustenta Elas, basta acompanhar o perfil no Instagram: (@todosjuntosninguémsozinho). Já as doações podem ser pelo PIX: CNPJ: 464.283.880.001-27.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.