Robinho é condenado por estupro na Itália e divide opiniões no Atlético Mineiro Protestos a favor e contra a permanência do jogador mobilizaram atleticanos durante a semana

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Enquanto o brasileirão tinha suas rodadas decisivas realizadas, na Itália o atacante Robinho, uma das estrelas do Atlético Mineiro, do futebol brasileiro e mundial era condenado na Itália por abusar sexualmente de uma armênia, como não há acordo de extradição de presos entre Brasil e Itália ele segue solto.

Durante este período de recesso, torcedores de um grupo chamado Galo Marx, simpático ao movimento feminista, colocou faixas na sede do clube, pedindo a diretoria que rescinda o contrato do atleta, além de sua prisão, dias depois outros torcedores empunharam faixas em apoio a sua continuidade no time.

Por enquanto a diretoria do Atlético Mineiro não se manifestou acerca do ocorrido, irritando ainda mais a parte que quer a saída do jogador, que acusa a diretoria do Atlético Mineiro, liderada pelo presidente Daniel Nepomuceno, de ser cúmplice dos maus atos do jogador.

(imagem retirada do jornal o estado de minas)

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.