Foto: thinkstock/ThinkStoc

Rio terá campanha de prevenção ao câncer de ovário

O objetivo da norma é desenvolver ações de conscientização e prevenção em relação a doença
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

A Campanha Estadual de Prevenção e Combate ao Câncer de Ovário será instituída no Estado do Rio. É o que estabelece a Lei 9.853/22, de autoria do deputado Danniel Librelon (REP), que foi sancionada pelo governador Cláudio Castro e publicada no Diário Oficial desta segunda-feira (19/09).

O objetivo da norma é desenvolver ações de conscientização e prevenção, para promover maior acesso aos serviços de diagnóstico e contribuir para a redução da mortalidade relacionada a essa doença. Ainda de acordo com a lei, o governo poderá realizar ações educativas em parceria com a iniciativa privada, entidades civis e os municípios.

 Segundo o texto, toda paciente diagnosticada com câncer de ovário deve receber acolhimento humanizado, respeitoso e ser cuidada em ambiente adequado ao seu tratamento. “É muito difícil combater um tumor que é silencioso e não muito divulgado. Essas informações podem salvar a vida de muitas mulheres, visto que o alto índice de mortalidade e diagnóstico tardio se devem, principalmente, à falta de informação sobre seus sintomas. Quando em estágio inicial, o câncer de ovário possui sintomas comuns ao dia a dia das mulheres, mas são muitas vezes ignorados, o que dificulta a descoberta antecipada da doença”, justificou Librelon.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.