O Estado do Rio de Janeiro deu mais um passo a favor da preservação do meio ambiente. Lei sancionada pelo governador Luiz Fernando Pezão, publicada no Diário Oficial desta sexta-feira (31), proíbe a fabricação e utilização de microesferas de plástico, empregadas por indústrias de cosméticos, higiene pessoal e limpeza na produção de artigos como xampus, pastas de dente e esfoliantes. Feitas de materiais como polietileno e polipropileno, entre outros, essas pequenas partículas costumam ser lançadas em rios ou canais e demoram até 400 anos para se dissolverem.

Segundo o texto da nova legislação, a proibição inclui distribuição, venda e armazenagem das microesferas plásticas. As empresas que fabricam o produto terão um ano e meio para se adequarem. A desobediência à lei será punida com multa, apreensão de produtos, suspensão e até interdição da atividade.

Fonte: GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

Crédito da foto: Reprodução da internet