O programa Rio Limpo próximo ao Palácio de Cristal já removeu cerca de 300 toneladas de sedimento em dois dias trabalho. O trabalho de dragagem continuou nesta terça (16.10), de onde já foram feitas 20 viagens de caminhão com areia, mato, pedras e lixo retirados do curso da água. O prefeito Bernardo Rossi acompanhou o serviço, que integra o Plano Verão com o objetivo de evitar alagamentos na cidade.

Todo sedimento que está no leito do rio é arrastado até a margem por um trator de esteira, depois é retirado por uma retroescavadeira e depositado num caminhão para ser transportado para o aterro de Pedro do Rio.

“Esse trabalho mostra o esforço da prefeitura em antecipar o período de chuvas no município e tomar medidas para minimizar os efeitos, como os alagamentos. Por isso está sendo feita a retirada de tudo que fica no caminho e que pode atrapalha o curso natural da água, uma ação preventiva que tem uma enorme importância neste momento”, afirma o prefeito Bernardo Rossi.

O Rio Limpo é feito em conjunto pela Secretaria de Obras e pela Comdep, com autorização do Instituto Estadual do Ambiente (Inea). A atuação teve início no ano passado, quando foram removidas mais de cinco mil toneladas de sedimentos dos rios Piabanha, Palatinato e Quitandinha em locais como como Centro, Mosela, Cel. Veiga, Ponte Fones,Corrêas, Bonsucesso e Nogueira. Assim como em 2017, o serviço começou perto do Palácio de Cristal.

“Nos próximos dias, o serviço vai avançar em outros pontos ao longo das ruas Alfredo Pachá e Padre Siqueira. Depois, seguirá por mais bairros, como Bingen, Cel. Veiga e outros locais. Essa segunda etapa do Rio Limpo é necessária por causa da própria ação natural do vento e da água, que empurram esses sedimentos para o rio”, diz o secretário de Obras, Ronaldo Medeiros.

O trabalho de limpeza de rios já ocorre durante todo o ano de forma manual pela Comdep, que mantém uma equipe para fazer a remoção de mato, pedras, terra e lixo do curso da água. Só esse ano, a Companhia já passou em diferentes pontos do Rio Quitandinha nas ruas Cardoso Fontes, Cristóvão Colombo e Saldanha Marinho (Castelânea), General Rondon (Quitandinha), Coronel Veiga e Washington Luiz (Centro), do Rio Piabanha, na Rua Antero Silva (Esperança) e Av. Barão do Rio Branco (Centro), e Palatinato, na Rua Souza Franco (Centro).

Outro trabalho que ocorre frequentemente é a limpeza de bueiros, que passou nesta terça-feira (16.10) pelas ruas Santa Rita de Cássia e Wenceslau Vieira Dias (Bairro Castrioto), Fonseca Ramos e Ipiranga (Centro). O serviço é feito de forma manual e, em caso de obstruções mais graves, é usado um caminhão sugador para retirar o que está bloqueando a passagem do caminho da água.