Crédito: Produção Gráfica - MHEx/FC

Rio de Janeiro recebe a 19ª edição do maior evento de segurança internacional da América Latina

Conferência do Forte de Copacabana inicia no próximo dia 30 de junho e debate ameaças transnacionais como guerras e ciberataques
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

A pandemia de Covid-19, seguida pela invasão russa na Ucrânia em fevereiro deste ano, deflagrou a urgência de uma maior mobilização da comunidade internacional em prol da cooperação e do enfrentamento conjunto para questões de segurança e defesa. Em raras ocasiões da história recente foi tão necessário tratar da segurança global. É diante dessa conjuntura que a Fundação Konrad Adenauer (KAS Brasil), o Centro Brasileiro de Relações Internacionais (CEBRI) e a Delegação da União Europeia no Brasil realizam a XIX Conferência de Segurança Internacional do Forte de Copacabana, nos dias 30 de junho e 1 de julho. Devido a protocolos de segurança sanitária, o evento será virtual e gratuito, com transmissão ao vivo do Rio de Janeiro.

A Conferência do Forte de Copacabana é o maior fórum sobre segurança internacional da América Latina. Este ano, as discussões serão centradas em torno do tema “Ameaças sem fronteiras: somos capazes de lidar com os desafios?”. Com vistas a possíveis soluções para questões de segurança global que ultrapassam os limites das fronteiras nacionais, estão as mudanças climáticas e a crise energética, a segurança hídrica e alimentar, a pandemia de Covid-19 e os desafios da inteligência artificial e guerra cibernética. O evento terá tradução simultânea em português, espanhol, inglês, alemão e Língua Brasileira de Sinais (Libras).

As inscrições, individuais e gratuitas, poderão ser feitas gratuitamente nos sites da KAS Brasil, do CEBRI ou pelo link https://kas.avscvirtual.com.br/inscreva-se/.

No dia 30 de junho, entre outros, participarão Ignácio Ybañez, embaixador da União Europeia no Brasil; Raul Jungmann, ex-ministro da Defesa do Brasil e presidente do Instituto Soberania e Clima; e Christoph Heusgen, embaixador e presidente da Conferência de Munique, conselheiro para assuntos de política externa da ex-chanceler alemã Angela Merkel.

O segundo dia de evento, 1º de julho, contará com participações, entre outras, de Rafael Zavala, representante no Brasil da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) falando sobre segurança hídrica e alimentar; da médica e especialista em saúde pública da Fiocruz Margareth Dalcolmo, tratando sobre ameaças decorrentes da pandemia de Covid-19; e de Helen Popp, representante da Divisão de Políticas de Segurança e Defesa do Serviço Europeu de Ação Externa e uma das maiores especialistas em segurança cibernética. Além deles, representantes das embaixadas da Alemanha, da França e do Canadá, da OECD, das Forças Armadas do Brasil, da Europa e do Fórum de Segurança Internacional de Halifax participarão ativamente no evento.

Mais informações sobre a XIX Conferência de Segurança Internacional do Forte de Copacabana podem ser acessadas nos sites das instituições organizadoras:

Fundação Konrad Adenauer

www.kas.de/brasil

Centro Brasileiro de Relações Internacionais (CEBRI)

https://cebri.org

Delegação da União Europeia no Brasil

https://eeas.europa.eu/delegations/brazil

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.