Queima de fogos na praia de Copacabana, Réveillon Rio 2019 / © Gabriel Monteiro/SECOM

Réveillon de Copacabana pode ser cancelado por causa da pandemia

O Carnaval de 2021 também será avaliado e cogita-se o adiamento da festa
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Pela primeira na história da festa, o Réveillon de Copacabana pode não ser realizado.

A última edição da festa, que reuniu três milhões de pessoas na virada do ano, depende da evolução da Covid-19 no Rio, e, apesar de a prefeitura frisar que ainda é cedo para decidir, alternativas já são estudadas.

Entre as alternativas avaliadas, há possibilidade de os shows serem transmitidos pela internet, em um modelo parecido com as lives realizadas nesta quarentena.

Também se estuda uma maior distribuição de palcos pela cidade, para diminuir a concentração de pessoas na orla.

 

Carnaval 2021

O Carnaval de 2021 também será avaliado e cogita-se o adiamento da festa. Jorge Castanheira, presidente da Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa) deve convocar esta semana uma reunião para debater os rumos da folia no Rio de Janeiro.

Segundo informações, há dirigentes de agremiações defendendo o adiamento dos desfiles para março, maio ou até mesmo para o feriado de Corpus Christi, em junho.

Em nota, a Riotur informou que, seguindo o cronograma dos anos anteriores, o réveillon começará a ser discutido na segunda quinzena de julho. A expectativa é que, até lá, ocorra uma significativa redução de casos de Covid-19 e que o risco de uma segunda onda de contágio seja descartado.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.