No primeiro réveillon com o uso da tecnologia e das câmeras da Prefeitura do Rio com o foco na segurança da Praia de Copacabana, a Guarda Municipal do Rio registrou quatro ocorrências em atuação integrada com a Polícia Militar e o apoio da equipe do Núcleo de Videopatrulhamento. Além de atuarem em uma tentativa de arrastão na altura do Posto 2, guardas municipais detiveram três homens por desacato, porte de drogas e furto de celular.

Ao todo, foram realizadas 33 abordagens a suspeitos na orla, mas sem prisões. Nas ações de ordenamento urbano, realizadas em conjunto com fiscais da Coordenadoria de Gestão do Espaço Urbano, foram apreendidos mais de 1.300 produtos comercializados por ambulantes irregulares e 62 barracas autorizadas foram fiscalizadas.

Entre os produtos apreendidos havia dez facas, dois botijões de gás, isopores, óculos falsificados, bebidas, acessórios para celular, alimentos (como maionese e frutas), camisas e chapéus. Na areia, guardas do Grupamento Especial de Praia retiraram 85 barracas de camping e descobriram 12 depósitos de caipirinha enterrados. Houve ainda 45 auxílios ao público e o registro de cinco crianças perdidas que tiveram o auxílio das equipes na localização dos responsáveis. Os guardas também retiraram 25 cães da areia e apreenderam uma pipa com cerol.

– Tivemos o maior réveillon de todos os tempos e sem registros de problemas graves. Atuamos de imediato no que foi detectado antes e durante toda a festa, que este ano teve um grande diferencial, o monitoramento das câmeras 24 horas com o foco na segurança, o que permitiu otimizar efetivos e oferecer à população uma prestação de serviços ainda melhor do que nos últimos anos – destacou o inspetor regional Ricardo Soares, diretor de Operações da Guarda Municipal, que participa da operação réveillon há 25 anos.

O planejamento operacional começou às 7h de domingo, dia 31 de dezembro, e termina às 19h desta segunda-feira, dia 1, envolvendo 1.032 guardas no total. As ações foram integradas com as forças policiais por meio do programa Rio + Seguro, lançado no início de dezembro, associando planejamento, inteligência e tecnologia na prevenção à desordem urbana e aos pequenos delitos no bairro de Copacabana.

Trânsito – Do efetivo total, 507 guardas atuaram na fiscalização e no monitoramento dos pontos de bloqueio de trânsito seguindo planejamento feito pela CET-Rio. Foram aplicadas 502 multas por estacionamento irregular. A Coordenadoria de Fiscalização de Estacionamentos e Reboques (Cfer), órgão ligado à Secretaria Municipal de Ordem Pública, rebocou 400 veículos por estacionamento irregular nos bairros de Copacabana, Leme e Ipanema, com a operação sendo iniciada no sábado, dia 30.

Logística – O esquema contou com cinco tendas operacionais na areia e o apoio de 90 viaturas, entre veículos e motocicletas, rádios de transmissão e smartphones, utilizados para a comunicação entre as equipes e o Centro de Comando e Controle Móvel, baseado na Avenida Atlântica, esquina com a Rua República do Peru, ligado ao Núcleo de Videopatrulhamento e com acesso às câmeras do Centro de Operações. O CCO Móvel contou ainda com dois guardas bilíngues do Grupamento de Apoio ao Turista (GAT), para suporte e auxílio a turistas estrangeiros. As estações do metrô Siqueira Campos e Cardeal Arcoverde receberam patrulhamento com cães para apoio ao público.

Outros pontos de festejo – Além de Copacabana, a Guarda Municipal também atuou no ordenamento do trânsito em outros pontos de festejo na cidade, contando com emprego de 335 guardas municipais, em ações de ordenamento urbano, coerção a pequenos delitos, fiscalização das posturas municipais e monitoramento e fiscalização do trânsito. Os efetivos também atuaram no escoamento do público, priorizando a segurança de pedestres. Na Zona Sul, houve apoio na Praia do Flamengo. Na Zona Norte, a ação foi realizada no IAPI da Penha, na Praia da Bica, na Ilha de Paquetá, no Piscinão de Ramos e no Parque Madureira. Na Zona Oeste, os guardas atuaram na Barra da Tijuca, no Recreio dos Bandeirantes, na Praia Dona Luiza e em Pedra de Guaratiba.