Reunião põe fim ao impasse sobre circulação de ônibus no meio da Serra

Uma reunião realizada na segunda-feira (25) na Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes (CPTrans), com a presença de representantes de Petrópolis e de Magé, acabou com o impasse sobre a circulação dos ônibus no Meio da Serra. Em função da pandemia do coronavírus e das restrições impostas pelas duas Prefeituras, os ônibus que atendem moradores da região estavam tendo dificuldades para chegar até o limite entre os municípios, por falta de área para manobra. O problema estava obrigando principalmente os motoristas da PetroIta a pararem muito antes do limite, prejudicando moradores da região e pessoas que trabalham nas duas cidades.

O presidente da Câmara de Petrópolis, vereador Hingo Hammes, que foi um dos intermediadores da reunião, ao lado do deputado estadual Vandro Família, que é de Magé, destacou a importância do encontro entre os representantes dos dois municípios. “Estamos no meio de uma pandemia e os dois municípios têm trabalhando para proteger sua população. No caso do Meio da Serra, é preciso bom senso e diálogo. Naquele trecho há casas muito próximas que estão em municípios diferentes. Trouxemos representantes das duas Prefeituras para conversarem e o problema foi sanado. Os ônibus da PetroIta poderão manobrar na área que há anos é utilizada como viradouro. É um ponto pouco abaixo do limite entre os dois municípios. A linha que está operando em Magé tem parada próxima dali”, explicou.

Na reunião, o secretário de Transportes de Magé, Everson de Mello Moraes, e o presidente da Companhia Petropolitana de Trânsito, Jairo Cunha, que estava acompanhado do diretor técnico-operacional, Luciano Moreira, concordaram que essa flexibilização é a melhor solução para ambos os municípios, já que, ao mesmo tempo, garante o cumprimento dos decretos municipais e asseguram o trasporte público à comunidade.

Líder comunitária na região, Daniela Souza lembrou que os moradores vinham se sentindo prejudicados. “Em uma mesma rua há casas que constam nos mapas como sendo de Petrópolis e de Magé. Então quando começou a pandemia e os ônibus passaram a ser impedidos de circular avançando de um município para o outro, isso de fato virou um problema. Antes, havia ônibus da Trel que circulavam até o Alto da Serra e carros da PetroIta que circulavam até o Meio da Serra. Os intermunicipais pararam de circular, e apesar de os municipais terem continuado a operação, os pontos eram distantes um do outro. A comunidade ficou no meio do caminho”, lembrou.

“Graças a Deus a reunião foi bastante produtiva e, com diálogo, conseguimos resolver o impasse. Agora, as linhas municipais dos dois municípios poderão operar normalmente”, comemorou, lembrando que as intermunicipais seguem paradas, atendendo determinações previstas em decretos.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

veja também