Reunião entre líderes da Saúde determina novas resoluções contra o coronavírus na cidade

Uma reunião foi realizada na manhã desta segunda-feira (16.03) no gabinete da Secretaria de Saúde, na sede administrativa da Prefeitura, e contou com os principais líderes do setor de saúde de Petrópolis. Como item principal em pauta, a aquisição de insumos básicos num momento onde a cidade já se encontra preparada para o combate à pandemia de coronavírus que assola o mundo.

“Estamos preparados para essa guerra. Nossa saúde vem demonstrando toda a sua capacidade nas unidades da cidade e estamos conseguindo ter controle da situação. Não temos nenhuma confirmação positiva na cidade e apenas dez casos aguardando o resultado dos exames. Vamos fazer o que for necessário para assegurar a saúde dos petropolitanos”, garantiu o prefeito Bernardo Rossi.

As unidades de saúde de Petrópolis contam com agentes preparados para receber os possíveis casos de coronavírus. A partir da próxima quarta-feira (18/03), os pacientes que suspeitem de contaminação poderão buscar auxílio no ponto de apoio que já começou a ser montado no espaço ao lado da UPA Centro.

“É de fundamental importância que o ponto de apoio seja utilizado apenas para casos suspeitos. Desta forma vamos conseguir transferir os casos ao local certo para atendimento inicial de coronavírus e tirar a sobrecarga nos atendimentos comuns”, afirmou a secretária de Saúde, Fabíola Heck.

Neste momento a secretaria vem realizando orçamentos dos materiais hospitalares necessários aos atendimentos, com o objetivo de manter todas as unidades de saúde totalmente abastecidas. Outra preocupação atual por parte da Secretaria de Saúde é a garantia da segurança operacional dos agentes de saúde destacados na guerra contra o coronavírus, já que fazem parte da linha de frente nos atendimentos diários.

Esta semana, ações de divulgação por parte da prefeitura apresentaram bons resultados na cidade. Lojas, edifícios comerciais e residenciais do Centro da cidade, e bairros, adotaram a distribuição de dispensers de álcool gel em pontos estratégicos.

“Resolvemos aderir à campanha num gesto de precaução. Colocamos álcool gel na portaria e elevadores do prédio para que os moradores, muitos deles idosos, façam a assepsia e não levem uma possível contaminação para casa”, afirmou Helena Christiansen, fisioterapeuta e síndica de um prédio residencial na cidade.

Até o momento, Petrópolis continua no nível zero na escala que mede a contaminação populacional pelo coronavírus. De acordo com a última atualização divulgada no boletim epidemiológico da Secretaria de Saúde, a cidade possui dez (10) casos sendo investigados e aguardando o resultado dos exames, já enviados aos laboratórios do Estado e Fiocruz.

Vale lembrar que devem procurar o ponto de apoio, ao lado da UPA Centro, todas as pessoas que retornaram de viagens a países ou cidades onde já existam casos confirmados da doença, e apresentem os principais sintomas divulgados pelos órgãos de saúde, como tosse, febre alta, dores no corpo e dificuldade de respiração.

Fonte: Prefeitura de Petrópolis

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

veja também