A montadora francesa Renault, que mesmo com suas idas e vindas como equipe de F1 ou fornecedora de motores, tem uma história bonita e vitoriosa no esporte a motor, com destaque para a Fórmula 1, apresentou seu chassi para esta temporada, com novidades.

O carro deixa de ser predominantemente amarelo e passa a usar a cor negra, com detalhes em amarelo, o time contará com o alemão Nico Hulkenberg e o espanhol Carlos Sainz Jr, sendo uma dupla considerada promissora, apesar do alemão estar na F1 desde 2010 e de Sainz Jr, que foi um dos destaques nas categorias de base do automobilismo ainda não ter emplacado uma grande temporada na categoria.

A Renault estreou em 1977 na F1, como time permaneceu até o ano de 1985, com algumas vitórias, o destaque foi ter revelado Alain Prost, primeiro e único francês a vencer o mundial de pilotos, dos seus quatro títulos mundiais, nenhum foi pelo time francês, mas nele conquistou o vice-campeonato de 1983 e suas primeiras vitórias.

Forneceu motores a diversas equipes que venceram mundiais de pilotos e construtores como Lotus, Williams, Benneton e Red Bull, equipando máquinas pilotadas por corredores como Nigel Mansell, Alain Prost, Ayrton Senna, Sebastian Vettel e Michael Schumacher.Com um motor da equipe Senna venceu sua primeira corrida na f1, numa Lotus em 1985, em Portugal e morreu no acidente do GP de San Marino de 1994.

A montadora francesa teve uma segunda passagem em 2002 quando comprou a Benneton, nela vieram seus únicos títulos mundiais de pilotos e construtores nos anos de 2005 e 2006, além de ser bi-campeã como equipe fez do espanhol Fernando Alonso, vencedor em 2005 e 2006 do mundial de pilotos, o time durou até 2011, quando a Lotus Cars, comprou o time, que utilizou os motores franceses até 2014.

Com problemas financeiros e consequentemente de produtividade em 2016 a Renault reassumiu a estrutura da Lotus e assim permanece desde então, ao longo de sua história o time venceu 35 provas, marcou 51 poles e teve em 31 oportunidades o piloto com a volta mais rápida de uma prova.

( imagem retirada do site Sky Sports)