Foto: Divulgação

Regulamentada lei que isenta ICMS do arroz e feijão no Rio de Janeiro

O objetivo da medida é isentar a carga tributária desses alimentos considerados essenciais na mesa de todo cidadão fluminense.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

A Lei 9.391/2021, que isenta a cobrança do ICMS sobre a venda de arroz e feijão dentro do Estado do Rio de Janeiro foi regulamentada pelo governador Cláudio Castro, por meio do Decreto 47.787/21, publicado no Diário Oficial do Executivo desta quarta-feira (06/10).

A norma equipara a carga tributária à do estado de São Paulo, definida nos Decretos 61.745/15 e 61.746/15. Esse processo, conhecido como colagem, é autorizado pela Lei Complementar Federal 160/17 e pelo Convênio ICMS 190/17, com o intuito de evitar a guerra fiscal entre os estados.

A lei é de autoria do deputado Rosenverg Reis (MDB), e na justificativa o parlamentar diz que o objetivo da medida é isentar a carga tributária desses alimentos considerados essenciais na mesa de todo cidadão fluminense. “A lei vai beneficiar as pessoas em especial neste momento de dificuldades econômicas que a população do estado vive por causa da pandemia do coronavírus”, ressalta o parlamentar.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.