Região Sudeste tem mais temporais até o fim da semana

No primeiro fim de semana de dezembro, todas as áreas da região Sudeste estarão sujeitas a temporais, incluindo as quatro capitais.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Fortes áreas de instabilidade se espalharam pelo interior do estado de São Paulo provocando chuva forte e volumosa entre a noite do dia 1 e a madrugada do dia 2 de dezembro. Mas além de São Paulo, outras áreas de instabilidade também se organizaram em parte e Minas Gerais e do Rio De Janeiro provocando temporais.

Temporais em SP
Os temporais impressionaram pelo grande volume de chuva acumulado em pouco tempo.
Segundo dados do Instituto Nacional de Meteorologia, a região de Marília acumulou 47,8 mm apenas em uma hora. O total acumulado em 4 horas de chuva foi de 61 mm. Em Bauru choveu 25 mm em apenas uma hora.

O Cemaden – Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais – registrou muita chuva no litoral de São Paulo. Uma das estações medidoras em Ubatuba acumulou cerca de 54 mm de chuva em 6 horas.

Durante a tarde do dia 1 dezembro, a cidade de São Paulo voltou a ter temporal, pelo segundo dia consecutivo. Os bairros mais atingidos foram o Butantã, com acumulado de 38,2 mm em uma hora de chuva, Vila Mariana, com 30 mm em uma hora e a região do Ipiranga, que acumulou 29 mm em duas horas. Árvores caíram na região da Vila Mariana e o córrego Mooca transbordou na Vila Prudente. o CGE registrou 7 pontos de alagamento, sendo três intransitáveis.


Chuva forte em MG
Em Minas Gerais, pancadas de chuva bastante intensas foram observadas no Triângulo Mineiro e também na Zona da Mata mineira.
O Instituto Nacional de Meteorologia registrou 36,2 mm em apenas uma hora na região de Barbacena, no começo da noite do dia 1 dezembro. No final da tarde do dia do mesmo dia, choveu 28,8 mm em uma hora em São João del Rey. Na madrugada do dia 2, a região de Uberlândia teve 35,6 mm em duas horas.

Chuva volumosa na serra do RJ
No estado do Rio de Janeiro, a chuva mais intensa foi observada na região serrana. Na região de Nova Friburgo/Salinas, o Instituto Nacional de Meteorologia registrou 53,6 mm de chuva em apenas duas horas. Na região de Três Rios, uma pancada de chuva deixou 25,4 mm em uma hora.

Mais temporais até o fim da semana
Essa primeira semana de dezembro é de alerta para temporais em várias áreas da Região Sudeste do Brasil. O estado de São Paulo, o centro sul do Rio de Janeiro, a região do Triângulo Mineiro, da grande Belo Horizonte, o Sul de Minas e a Zona da Mata mineira são as áreas mais propícias a novos temporais nos próximos dias. As regiões metropolitanas de São Paulo e do Rio de Janeiro também podem sofrer com chuva forte até o fim da semana.

A presença de ar quente úmido por quase toda a Região Sudeste e a proximidade com áreas de baixa pressão atmosférica vão gerar nuvens bastante carregadas nos próximos dias. A chegada de uma frente fria na próxima sexta-feira vai deixar o tempo ainda mais instável e fazer com que as áreas de nuvens carregadas avancem em direção ao Espírito Santo e ao norte de Minas Gerais.

Por isso, no primeiro fim de semana de dezembro, todas as áreas da região Sudeste estarão sujeitas a temporais, incluindo as quatro capitais.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.