O saudoso cantor e compositor João Nogueira é lembrado pelo Recordar é TV desta terça (10), às 22h45, na TV Brasil. A produção apresenta duas participações do sambista no programa “Água Viva”, da extinta TVE do Rio de Janeiro, nos anos de 1977 e 1981.

 

Na atração conduzida com maestria pelo produtor Hermínio Bello de Carvalho, o bamba fala sobre o início da carreira com Elizeth Cardoso, revela quais foram suas influências musicais e canta sucessos do seu repertório como “Corrente de Aço”, “Espelho” e “Mineira”.

 

João Nogueira não cresceu nos morros cariocas como a maioria dos sambistas do seu tempo. Nascido no Méier, ele se dizia um autêntico “sambista de calçada”. Considerado uma das figuras mais boêmias do Rio de Janeiro, o artista cantava as coisas simples da vida: o que via nas ruas e a malandragem dos botequins.

 

Quando João Nogueira recorria às suas memórias pessoais para compor, criava clássicos como “Espelho”, música que fez em homenagem ao pai. Conhecido pelo suingue característico de suas composições, o refinado compositor fazia performances temperadas com malícia e ritmo.

 

Pai do também sambista Diogo Nogueira, que seguiu a linhagem, fez carreira na música e apresenta o programa Samba na Gamboa na TV Brasil, João morreu cedo. O cantor e compositor faleceu aos 58 anos, em 2000, vítima de um infarto fulminante.

 

Nos trechos do programa Água Viva recuperados do acervo da emissora pública, o produtor Hermínio Bello de Carvalho bate um papo com João Nogueira sobre diversos temas. A maneira de cantar, a influência de mestres como Wilson Batista, Geraldo Pereira e Noel Rosa além das obras em parceria com gênios do porte de Paulo César Pinheiro são alguns do assuntos da gravação realizada em 1970.

 

Já na produção feita na década seguinte, nos anos 1980, João conta para Hermínio histórias do seu início de carreira e lembra da época em que começou a fazer samba. Também recorda o início da trajetória profissional e quando foi apresentado à Elizeth Cardoso. Em 1969, a artista gravou “Corrente de Aço”, atraindo os olhares da crítica para a música de João Nogueira.

 

 

Sobre a atração e as novas homenagens

O programa Recordar é TV leva ao telespectador conteúdos que representam momentos importantes da memória da televisão brasileira a partir de material preservado no acervo da emissora pública com os registros feitos na época da TVE do Rio de Janeiro.

 

Shows, programas de auditório, grandes entrevistas, matérias jornalísticas marcantes, musicais e peças de teledramaturgia serão revisitados em nova roupagem pela atração. O objetivo é tornar esses vídeos de acervo atraentes ao grande público e alvo da curiosidade daqueles que se interessam pela história das mídias como um dos expoentes da cultura nacional.

 

Para as próximas semanas estão previstas edições temáticas com grandes ícones da música, além de homenagens a personalidades consagradas como Dias Gomes, Paulinho da Viola e Baden Powell, entre outros.

 

Serviço:

Recordar é TV – terça-feira (10), às 22h45, na TV Brasil.

Recordar é TV – sábado (14), às 18h, na TV Brasil.

Fonte: Empresa Brasil de Comunicação | TV Brasil | Rádios Nacional e MEC

Crédito da foto: Acervo TV Brasil