Receita Federal localiza 1.787 kg de cocaína em carga no Porto de Santos

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

A Alfândega da Receita Federal do Brasil do Porto de Santos frustrou, em 8 de março, a tentativa de envio ao exterior de 1.787 quilos de cocaína. É a maior quantidade da droga já encontrada em um só contêiner pela fiscalização da Receita Federal no porto. 

O contêiner onde estava a droga transportava uma carga de limões frescos acondicionados em caixas de papelão, distribuída em 22 estrados. Destes, 14 estrados continham cocaína. 

A seleção da carga para conferência é resultado da  análise de risco baseada em critérios específicos, inclusive fazendo o uso de imagens não intrusivas (obtidas através do escaneamento de contêineres). Essa inspeção contou com o apoio dos cães de faro da Unidade, que sinalizaram positivamente quanto à contaminação da carga. 

O destino final do contêiner seria o porto de Cartagena, na Espanha, com baldeação no porto de Algeciras, no mesmo país. 

Suspeita-se da técnica criminosa denominada “rip-on/rip-off”, em que a droga é inserida em uma carga lícita sem o conhecimento dos exportadores e importadores. 

A droga interceptada pela Receita Federal foi entregue à  Delegacia de Polícia Federal de Santos, que prosseguirá com as investigações. 

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.