A Secretaria de Assistência Social prorrogou, até o dia 27 de julho, o recadastramento do Cartão Imperial para os moradores do Alcobacinha, Bela Vista, Cascatinha, Humberto Rovigatti, Itamarati, Nova Cascatinha, Quissamã e Samambaia. Dos 169 beneficiados, apenas 91 compareceram no Centro de Referência e Assistência Social (CRAS) do Centro para atualizar os dados até esta quinta-feira (28.06). A Secretaria está realizando nova convocação para que as famílias pendentes possam entregar a documentação na unidade com tranquilidade.

A meta da prefeitura é manter ativo o benefício dos que comprovarem a situação de vulnerabilidade social, de insegurança alimentar e/ou nutricional para manter o recebimento de R$ 70 mensais.  A atualização dos dados ocorre diariamente no CRAS do Centro, localizado na Rua Dr. Sá Earp, nº 39, de 9 às 16h. A secretária de Assistência Social, Denise Quintella, reforça que a convocação dos beneficiados ocorre frequentemente junto aos Centros Comunitários, unidades de Saúde e igrejas da região.

“Essa é mais uma oportunidade para quem não buscou o CRAS, que o faça com tranquilidade até maio. Mobilizamos as equipes para que continuem ligando para os beneficiados, além da integração com as agentes de saúde e líderes comunitários para que todos compareçam no CRAS e não corram o risco de perder o benefício”, afirma Denise Quintella.

 As famílias que não se recadastrarem terão, inicialmente, o benefício bloqueado por 30 dias. Atualmente, o município conta com 3.963 pessoas com os cadastros atualizados e ativos e 1.667 usuários já foram desligados do programa por não comprovarem a situação de vulnerabilidade social, de insegurança alimentar e/ou nutricional.

“Esse é o momento para pessoas virem até aqui para realizar a atualização dos dados, principalmente aqueles que perderam os prazos. Precisamos tranquilizar a população que o desligamento não é automático. Primeiro o benefício é bloqueado, então a família que não conseguir utilizar o benefício deve procurar atendimento no CRAS mais próximo de sua residência ou o atendimento junto à Secretaria localizada no Centro Administrativo da prefeitura na Avenida Barão do Rio Branco para avaliar o cadastro”, disse Denise Quintella.

 

Como se recadastrar?

O recadastramento do Cartão Imperial garante o recebimento do benefício aos atendidos que estejam dentro dos critérios do programa, ou seja, que comprovem situação de vulnerabilidade social e estejam devidamente cadastrados no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico). Caso a família não atualize os dados, o benefício é inicialmente bloqueado para que a pessoa entre em contato com a Secretaria de Assistência Social para regularizar o cadastro.

A Secretaria de Assistência Social disponibiliza uma equipe para convocar as famílias por telefone. Para fazer o recadastramento, o usuário deve levar documento de identificação, CPF, comprovante de residência, carteira de trabalho ou comprovante de renda, certidão de nascimento dos filhos menores, comprovante de escolaridade e carteira de vacinação dos menores de 10 anos. 

Pessoas com deficiência ou portadores de doença crônica devem apresentar laudo ou comprovante de acompanhamento médico. Em casos de dúvidas, os moradores podem entrar em contato pelos telefones (24) 2233-8109 e 2233-8110.

 

Fonte: Prefeitura de Petrópolis

Crédito da foto: Divulgação / Ascom PMP