QUISSAMÃ: Cidade usa tecnologia para incrementar o turismo Aplicativo vai facilitar o acesso aos equipamentos culturais de Quissimã

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Em Quissamã, cidade da Costa do Sol, a tecnologia é importante aliada do turismo. O município promoveu concurso para o desenvolvimento de um aplicativo com informações, incluindo roteiros de visitação e serviços. Além disso, a prefeitura está instalando QR codes em diversos pontos turísticos.

De acordo com o secretário de Turismo, Nilo Sergio Felix, as ações mostram que os gestores de Quissamã entendem a importância do turismo como fator de desenvolvimento, oferecendo um meio rápido e prático de acesso às informações dos atrativos.

– Cada vez mais os turistas buscam formas de facilitar suas viagens. O celular é o companheiro de todos os passeios, não apenas para tirar fotos, mas também como ferramenta de informação. A estratégia usada pelos gestores de Quissamã é perfeita. O aplicativo e os QR codes darão agilidade e rapidez para que os visitantes conheçam a cidade – disse o secretário.

O secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo de Quissamã, Arnaldo Mattoso, destaca que todas as informações serão obtidas pelos visitantes que apontarem as câmeras de seus celulares para os QRcodes.

– As pessoas podem obter informações dos locais que estão visitando de uma forma mais rápida e fácil. Já pelo aplicativo o turista terá, na palma da mão, todas as alternativas de onde ficar, onde comer e o que visitar – afirmou Mattoso.

Bidimensional
Segundo a diretora da Divisão de Turismo, Alessandra China, para ter acesso ao conteúdo em um QR code, o interessado deve baixar o aplicativo para ler o código bidimensional.

– Os códigos estão linkados à página oficial da Prefeitura de Quissamã, onde os dados estão armazenados. É mais uma medida para estimular esse segmento tão importante. Estamos com um projeto-piloto em andamento. Adesivos com QR code já foram fixados no Monumento ao Negro, no Canal

Campos-Macaé; no Museu Casa Quissamã; no Memorial Machadinha; no Centro Cultural Sobradinho; e no coreto da Matriz de Nossa Senhora do Desterro – explicou a diretora da Divisão de Turismo.

Fonte: GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.