Queijo de cabras francesas achado na cela de Cabral custa R$ 300 o quilo

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Que quentinha que nada! Na galeria C da Cadeia Pública José Frederico Marques, em Benfica, que o ex-governador do Rio Sérgio Cabral divide com seus aliados, o menu é coisa fina. Um pote de queijo Chavroux, feito à base de leite de cabras francesas custa de R$ 230 a R$ 300. O pote encontrado pelos promotores do Ministério Público durante visttoria na semana passada, tinha R$ 150g.

Outro francês à mesa era o Babybel. Queijinhos do tipo Saint Paulin, que vêm embalados em bolinhas custam R$ 279, o quilo. Já o presunto cru da portuguesa Primor, fabricado na região do Porto, é vendido em sofisticadas delicatessens por R$ 225 o quilo. E você, que comemorou a promoção do presunto Perdigão a R$ 9,99 o quilo?

E se os desvios milionários, pelos quais são investigados os ocupantes das celas, levaram a hospitais desabastecidos, esteja certo que ali se cuida da saúde. Haja vista o pote cheio de castanhas-do-pará, alimento rico em nutrientes como selênio, um mineral altamente antioxidante que garante longevidade. O preço? R$ 120 o quilo.

Numa longa lista elaborada pelo Ministério Público, após vistoria nas celas na última sexta-feira, além de queijos e presuntos importados, constam ainda camarões e muito bolinho de bacalhau.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.