Por Paulo Prendes

 

O secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, Arnaldo Jardim destacou a pujança  do setor agropecuário da região de São José do Rio Preto, especialmente para o desenvolvimento social e econômico de São Paulo e do País, durante a 55ª edição da Exposição Agropecuária de Rio Preto, realizada na manhã desta quarta-feira (11), em São José do Rio Preto.

O evento realizado pela Prefeitura Municipal de Rio Preto tem como objetivo resgatar a tradição da Expô, como é conhecida, de fomentar o agronegócio, o comércio e outros segmentos da região, estimulando a economia da cidade para gerar emprego e renda em variados setores do município.

O titular da Pasta ressaltou a diversidade de culturas agropecuárias na região, lembrando a citricultura, pecuária, piscicultura e avicultura, além de comentar o potencial da região para a produção de grãos como alternativa para a cultura sucroalcooleira.

Do ponto de vista do empreendedorismo, Arnaldo Jardim destacou o potencial do agronegócio, um dos únicos setores que suportou a crise econômica do País, puxando a retomada do crescimento. “O setor agropecuário salvou a lavoura. O governador Gerado Alckmin acredita no setor e não poupou esforços para investir, trazendo recursos para inovação, reestruturando nossos institutos de pesquisa da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (Apta), apoiando o pequeno produtor e o agricultor familiar, para que o nosso homem do campo aumente sua produtividade, gerando renda e riqueza para o País”, enfatizou o secretário.

“Um espaço de negócios, destacando as riquezas que temos na borracha, no etanol, na laranja, no leite, enfim, Rio Preto é uma economia diversificada. Sei que vai ser um trabalho diferente”, afirmou Edinho Araújo, prefeito de São José do Rio Preto.

Fórum de Orgânicos
O Fórum de Orgânicos é destaque na área de Tecnologia e Conhecimento da Expo 2017, com pelo menos 200 participantes. “Nossa proposta é difundir O interesse em uma alimentação de qualidade, ‘livre de agroquímicos, valorizando cada vez mais a agricultura familiar local. Tudo que discutiremos está pautado na produção do que chamamos de alimento bom, limpo e justo”, explicou  Célia Gomes, diretora da Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo na regional Rio Preto.

Durante o Fórum, serão discutidos assuntos como a transição da agricultura tradicional para a orgânica, a certificação dos produtos, os benefícios em se consumir orgânicos, a cadeia que envolve da produção ao consumidor, entre outros.

Leilão
Durante a Expo Rio Preto 2017, será realizado um leilão com 11 raças bovinas, com estimativa de reunir mil animais. A grade completa de avaliação inclui animais Nelore, Nelore Mocho, Santa Gertrudes, Sindi, Tabapuã, Guzerá, Girolando, Gir Leiteiro e Angus. Também participam da exposição as raças Senepol, Simental e Gir Dupla Aptidão.

Fonte: Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo