O Programa Promotores da Paz (Proppaz) recebeu no último sábado (19.05) o Prêmio Lions, oferecido pelo Lions Clube de Petrópolis. A honraria foi concedida em função do trabalho humanitário desenvolvido pelo e Guarda Civil em conjunto com a Secretaria de Educação. Também foram homenageados o secretário de Meio Ambiente, Fred Procópio, o superintendente de Esporte e Lazer, Hingo Hammes, e o diretor técnico operacional da CPTrans, Luciano Moreira. A cerimônia de entrega do Prêmio Lions aconteceu na Casa de Cultura Hercílio Esteves, na FMP/Fase.

O prêmio dado ao Proppaz reconhece o serviço de instrução de estudantes de 8º e 9º anos do ensino fundamental da rede pública sobre noções de cidadania, valorização da família, cultura da paz, educação para o trânsito, prevenção ao uso de drogas e motivação. Em 2018, serão completados 10 anos de trabalho, que já transformou três mil jovens em promotores da paz.

Hoje, o Proppaz é realizado por quatro guardas: Leandro Melo, Augusto Carvalho, Evandro Marcolino e Paulo Renato Furtado.

“É de suma importância o reconhecimento de uma instituição como o Clube Lions. Isso comprova que o nosso trabalho tem sido eficaz para a nossa sociedade. Ficamos muito felizes. Nós fazemos o que podemos da melhor forma possível porque temos muita vontade de trabalhar. E quando temos boa vontade para usar os meios que você tem, você consegue fazer o melhor trabalho. O prêmio é a coroação de um trabalho de 10 anos, de uma luta, de um ideal que todos nós temos”, disse o instrutor Paulo Renato Furtado.

Neste semestre, pela primeira vez, o programa está sendo realizado em escolas dos distritos: Moysés Furtado Bravo (Posse), Monsenhor João de Deus (Pedro do Rio), Augusto Pugnaloni (Itaipava), Hercília Moretti (Corrêas), além da Comac, no Centro, reeditando participação no projeto “Eu construo meu amanhã”, nos mesmos moldes do ano passado.

A indicação para receber o prêmio partiu do Lions Clube Centro, que também indicou o superintendente de Esporte e Lazer, Hingo Hammes, na categoria “esporte”. A prefeitura criou no ano passado o Agita Petrópolis, que atende mais de mil pessoas de forma gratuita em 11 bairros da cidade, oferecendo aulas de ginástica e alongamento, dança e artesanato para a população. O objetivo do programa é combater o sedentarismo. O governo municipal também investiu nos jogos estudantis: foram 64 escolas e 3.321 alunos envolvidos em oito modalidades. Os números mostram o sucesso dos Jogos Estudantis Unificados de Petrópolis (JEUPs) e dos Jogos Estudantis Municipais (JEMs) em 2017.

“É uma honra receber o prêmio de uma instituição de grande credibilidade. Estou muito feliz em ser lembrado. Seguimos trabalhando para servir a população da melhor maneira possível”, afirmou Hingo Hammes.

O Lions Clube Quitandinha indicou o secretário de Meio Ambiente, Fred Procópio, na categoria Meio Ambiente. A pasta reativou em 2017 os setores de Educação Ambiental e de Conservação e Reflorestamento, além de aumentar a fiscalização para coibir os crimes ambientais na cidade. Desde o ano passado, a Secretaria de Meio Ambiente atendeu mais de 1.300 denúncias em toda a cidade.

“É com grande orgulho que recebo o reconhecimento do Lions Clube, uma instituição de grande credibilidade. Isso comprova que o nosso trabalho tem sido eficaz para a população da nossa cidade. O trabalho é bastante árduo, mas um prêmio como esse mostra que estamos no caminho certo”, declarou Fred.

A divisão do Quitandinha também premiou o diretor técnico operacional da CPTrans, Luciano Moreira, pelo trabalho de “educação para o trânsito”. Ele ajudou a implantar mudanças na apuração e análise de acidentes de trânsito e desenvolveu o mapa de calor, que identificou pontos mais críticos de ocorrências de acidentes em Petrópolis (que são, principalmente, em cruzamentos).

“A educação para o trânsito é um trabalho quase silencioso e o mês de maio tem mostrado como é importante fazer isso, por causa do número de acidentes. Receber este prêmio é, em si, uma grande responsabilidade, que nos estimula e nos determina a mantermo-nos sempre honrados em nosso caminho”, analisou.

Ainda foram lembrados a Unimed Petrópolis (“empresa cidadã”), Henry Grazinoli e Village International Bilingual School (“educação”), TM Produções e TV Ice (“cultura”), William Tannure (“saúde”) e Ana Karl (“jovem cientista”).