Reconhecimento pelo trabalho iniciado há 10 anos e que já transformou quase 3 mil jovens estudantes do município em promotores da paz. É dessa forma que os instrutores do Proppaz receberam a indicação para concorrer ao Prêmio Lions, oferecido pelo Lions Clube. É a primeira vez que o programa desenvolvido pela Guarda Civil e Secretaria de Educação, com apoio de outros órgãos da prefeitura, recebe esse tipo de destaque da sociedade civil. O trabalho concorre na categoria “humanitária” e o prêmio será anunciado no dia 19.

A indicação ao Prêmio Lions ratifica mais uma vez a importância do trabalho. Até o ano passado, o Proppaz era apenas uma iniciativa da Guarda e da Educação – para ser desenvolvido a cada semestre, dependia da vontade de cada governo. No entanto, agora o trabalho é uma política pública do município, depois de ser instituído por lei. O reconhecimento legal significa que ele será permanente na cidade.

“O Proppaz é um projeto extremamente importante para a cidade e para o futuro dos jovens estudantes. É muito bom que o aluno possa ter contato e entender que o guarda é um parceiro, é um aliado. Esse é um aprendizado que ele vai levar para o resto da vida e é por isso que a prefeitura tem dado o apoio necessário”, destaca o prefeito Bernardo Rossi.

10 anos de Proppaz

O Proppaz foi criado em 2008 com o objetivo de passar noções de cidadania, valorização da família, cultura da paz, educação para o trânsito, prevenção ao uso de drogas e motivação para estudantes de 8º e 9º anos do ensino fundamental. Nesse período, são quase 3 mil meninos e meninas que tiveram as vidas transformadas e se tornaram multiplicadores da mensagem da paz.

Hoje, além das aulas em sala, o curso tem mais duas partes práticas. A primeira são os “Jogos Proppaz”, oportunidade em que os alunos e os instrutores participam juntos de atividades esportivas e lúdicas. A última etapa é a ação “Guarda por um dia”, quando eles podem conhecer um pouco do trabalho dos agentes, como os do Grupamento de Proteção Ambiental (GPA), do Grupamento de Ações do Cães,de proteção turísticos (com a chance de visitar diversos atrativos da cidade) e de orientação de trânsito.

Depois atender 27 escolas mais próximas à sede da Guarda, pela primeira o Proppaz foi levado para os distritos neste semestre. Espalhar o programa para mais longe foi possível porque, na formatura dos Promotores da Paz no fim de 2017, o prefeito Bernardo Rossi anunciou a doação de um carro para o deslocamento dos instrutores. Dessa forma, o curso pode chegar para as escolas Moysés Furtado Bravo (Posse), Monsenhor João de Deus (Pedro do Rio), Augusto Pugnaloni (Itaipava), Hercília Moretti (Corrêas), além da Comac, no Centro, reeditando participação no projeto “Eu construo meu amanhã”, nos mesmos moldes do ano passado.

Apoio de diversas secretarias permite avanço do programa

Para o trabalho durante o curso, é fundamental o apoio de diversas secretarias e de pontos turísticos que abrem as portas para receber os alunos, como Museu de Cera, Espaço Cultural Intertv e Fundação Oswaldo Cruz. É o que destaca um dos instrutores e criadores do Proppaz, o guarda Leandro Melo.

“Ficamos muito felizes em saber que nosso trabalho está sendo reconhecido.Significa que, mesmo diante das dificuldades, vale a pena lutar por seus objetivos, pelo que você acredita. Significa que a união dos setores, como foi proposto em abril do ano passado pelo prefeito, ao determinar que todas as secretarias da prefeitura ficassem à disposição do Proppaz, como Educação, Segurança, Saúde, Assistência Social, Meio Ambiente, Superintendência de Esporte e CPTrans, tem tudo para dar certo”, diz.

“É sempre um bom ser reconhecido e este prêmio é como um presente inestimável de 10 anos de desafios e lutas, sempre com a esperança de que vai melhorar.Ser reconhecido pelo Lions, que é uma instituição garantidora de direitos sociais, não tem preço. Saber que não se está sozinho é muito bom”, ressalta outro instrutor, o guarda Evandro Marcolino. Além deles, os guardas Augusto Carvalho e Paulo Renato de Oliveira.

Os vencedores das diferentes categorias serão divulgados no dia 19 de maio, na Casa Hercílio Esteves, na Faculdade de Medicina de Petrópolis (FMP/Fase).

“Um companheiro nosso da diretoria fez a indicação e avaliamos o trabalho. Indicamos o Proppaz na categoria “Humanitária” pelo trabalho que eles fazem há tanto tempo com as crianças das escolas da nossa cidade”, ressalta a presidente do Lions Clube Petrópolis – Centro, Leda Galluzzi.

“O Proppaz é uma ferramenta muito importante para o futuro dos alunos que passam pelo curso. O programa faz muita diferença na vida de cada um deles e esses jovens, com a cultura de paz trazida pelos guardas, serão multiplicadores dessa mensagem pela nossa cidade”, afirma a secretária interina de Educação, Samea Azara.

“Temos feito um trabalho com muita dedicação junto aos nossos estudantes. A intenção é que todos os jovens que participam do Proppaz sem tornem multiplicadores, dentro dos seus lares, das suas escolas, das suas comunidades. É isso que a cidade e mesmo o país e o mundo precisam”, diz o comandante da Guarda, Jeferson Calomeni.