Octacílio Barbosa

Projeto estabelece regras para a troca de placas de carro

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

A destruição das placas de carro antigas, quando houver a troca de modelo ou mudança de município, pode se tornar obrigatória. O objetivo é dificultar a clonagem dos veículos. É o que define o projeto de lei 2.092/13, do ex-deputado Marcelo Freixo, que foi aprovado em segunda discussão pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) nesta quarta-feira (19/06). O projeto segue para o Governador, Wilson Witzel, que terá 15 dias úteis para decidir pela sanção ou veto.

De acordo com o texto, as placas obsoletas deverão ser imediatamente destruídas na presença do proprietário do veículo, um representante ou o despachante. O texto ainda será votado em segunda discussão pela Casa.

O projeto também determina a fixação de cartazes nos postos de troca com informações sobre veículos clonados. Nesses casos, a vítima deve procurar uma delegacia para notificar o crime e realizar registro de ocorrência. Com o documento, o Detran deverá ser comunicado para que seja instaurado processo administrativo pedindo a troca da placa, procedimento com prazo máximo de 60 dias. O automóvel passará então por vistoria e, comprovada a fraude, o órgão não poderá cobrar penalidades. Além disso, será solicitada a busca e apreensão do carro clonado ou dublê.

Fonte: Alerj

Crédito da foto: Octacílio Barbosa

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.