Reprodução da internet

Projeto determina que instituições privadas substituam telhas de cimento-amianto

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

As instituições privadas fluminenses podem ser obrigadas a substituir, em até um ano, as telhas à base de cimento-amianto que cubram área igual ou superior a 30 metros quadrados. É o que propõe o projeto de lei 391/15, do deputado Jorge Felippe Neto (PSD), que será votado em primeira discussão pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) nesta terça-feira (05/11).

A medida altera a Lei 3.579/01, que já proibia a extração e utilização das substâncias utilizadas nesse tipo de telha. O autor da medida explicou que a intenção do projeto é estender o impacto da lei para as telhas que tenham sido adquiridas antes da norma.

Fonte: Alerj

Crédito da foto: Reprodução da internet

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

1 comentário
  1. Angélica Heiderich Diz

    Kkkk esse deputado Jorge Neto deve ter algum ligamento com telhas q substitua essa q estão criando caso… tinha que ser no Rio mas esse lançamento kkkkk é sacola…… é água natural que virou da união e por aí vai kkkk

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.