Projeto de Requalificação da Paulo Barbosa é aprovado pelo IPHAN

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

O projeto de Requalificação da Rua Paulo Barbosa foi aprovado pelo IPHAN. No parecer, o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional afirma que as alterações propostas na via atendem as diretrizes do instituto, adequados em porte, material e localização e que o projeto é extremamente benéfico e necessário. O parecer favorável ao projeto foi entregue à Coordenadoria de Planejamento e Gestão Estratégica na última quinta-feira (28.03). Agora, o projeto terá andamento com desenho final do projeto executivo. Após a conclusão da parte executiva será iniciada a captação da obra que será financiada pelos empresários da Rua.

“Essa é uma ótima notícia. Com esses respaldos importantes, do Inepac e do IPHAN, mostramos que as intervenções tornarão a rua mais confortável para pedestres e comerciantes, além de ficar mais atrativa para os visitantes. É um olhar diferenciado para essa parte do Centro Histórico que recebe muitas pessoas diariamente e mantém grande número de lojas e empresas”, afirma o prefeito Bernardo Rossi.

Segundo a Coordenadoria de Planejamento e Gestão Estratégica, o projeto foi autorizado para execução da obra sem ressalvas. Vale salientar que o projeto foi todo desenvolvido por funcionários da Prefeitura, lotados no Departamento de Urbanismo, na CPTRans e na Secretaria de Obras.

“Todo o trabalho está sendo feito de forma conjunta, ouvindo os empresários e pensando em impulsionar o comércio da região e oferecer conforto e segurança para os pedestres”, afirmou Dalmir Caetano, coordenador de Planejamento de Gestão Estratégica.

A prefeitura está em contato com empresas de telefonia e concessionárias de serviços públicos para apresentação das necessidades delas para as obras – necessário para a conclusão do projeto executivo.

“Já iniciamos este passo, com a reunião com as concessionárias. Agora estamos colhendo os detalhes construtivos de acordo com a necessidade de cada uma delas e preparando os desenhos do projeto executivo, que é bem mais detalhado, para os construtores se guiarem. Já recebemos estes detalhes de algumas empresas, como o fornecer de gás”, explicou Ana Kyzzy Fachetti, da Encopetro Engenharia, responsável pela elaboração do projeto executivo.

Acessibilidade e sinalização reforçada

O projeto de Requalificação da Paulo Barbosa prevê alargamento e melhorias de calçadas, abrigos e baias de ônibus, instalação de bancos e pontos de jardinagem. O estacionamento deverá ser paralelo à calçada e a proposta ainda sugere mais vagas para idosos, além de canteiros, assentos e acessibilidade para que pessoas com alguma limitação física possam ter autonomia para passear pela rua.

Além do alargamento das calçadas, a sinalização é um dos pontos fortes da iniciativa. “A via é considerada perigosa com relação aos acidentes de trânsito e, por isso, a própria urbanização das calçadas levará os pedestres para as faixas de trânsito. Ficará mais acolhedora e agradável”, contou Layla Talin, responsável pelo DEPUR.

Vale salientar que a prefeitura também montou um Grupo de Trabalho que vem acompanhando todas as etapas do processo – formado por representantes do poder público (Obras, Desenvolvimento Econômico, Planejamento e Gestão Estratégica, CPTRans) e empresários da região.

“O projeto não muda as características da rua. O que se pretende é uma requalificação, organizando o espaço e oferecendo mais conforto para a população. Os empresários da região estão sendo parceiros nessa empreitada, sempre pensando no bem-estar de todos que moram e trabalham na localidade”, disse o secretário de Desenvolvimento Econômico, Marcelo Fiorini.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

1 comentário
  1. Lielso José Da Costa Diz

    Bom para todos, melhor para Cidade e parabéns pelas iniciativas do bom projeto, o qual foi acatado na unanimidade por todos os órgãos competentes.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.