O programa Startup Rio teve suas inscrições prorrogadas até o dia 27 de setembro – o prazo inicial terminava na segunda quinzena de agosto. A quarta edição do programa chegou a cidade pela primeira vez por meio de uma parceria entre a coordenadoria de Juventude e a Secretária do Estado de Ciência, Tecnologia, Inovação e Desenvolvimento Social (SECTIDS). O programa visa dar oportunidade a 10 projetos digitais petropolitanos, que poderão ser financiados com até R$ 96 mil, além de contarem com serviços de mentoria e treinamento durante todo o processo. O edital e as inscrições estão disponíveis no site da FAPERJ.

Diferente de outros programas, que recebem empresas, com CNPJ e já existentes, o Programa Startup Rio oferece oportunidade a pessoas físicas que tenham boas ideias, de se transformarem em pessoas jurídicas. Para participar as startups precisam estar dentre os segmentos de Games e Serviços de Internet, Aplicativos para Internet, Tecnologias Sustentáveis e Mídias Digitais, com foco na convergência digital, uso da Internet das Coisas e de aplicações para cidades inteligentes. Cada projeto deverá apresentar uma equipe responsável, constituída por até três pessoas, incluindo o coordenador do grupo, que será o proponente.

“Através do Startup Rio, os empreendedores digitais do município terão a oportunidade de tirar os seus projetos do papel. Isso foi uma grande conquista do governo Bernardo Rossi através da Coordenadoria de Juventude, que solicitou o projeto à Secretaria do Estado de Ciência, Tecnologia, Inovação e Desenvolvimento Social (SECTIDS). O programa Startup Rio vai beneficiar nossa cidade com quase um milhão de reais. Serão selecionados 10 projetos na área digital, como: aplicativos, games, e-comercie, entre outros projetos da área, que podem ser financiados com até R$ 96 mil. A mudança da data de inscrição foi fundamental para que mais pessoas tenham a oportunidade de participar”, relata Wesley Barreto, coordenador de políticas públicas para a juventude.

O Programa Startup Rio  tem a finalidade de desenvolver com qualidade o empreendedorismo digital no Estado do Rio de Janeiro, para isso conta com diversos apoiadores, entre eles o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), a Sociedade Núcleo de Apoio à Produção e Exportação de software do Rio de Janeiro (Riosoft), a Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação (Assespro-RJ), Microsoft, Google, Amazon Web Services (AWS), Oi, Oracle e Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio).

Interessados podem conferir o edital StartUp Rio 2019: Apoio à Difusão de Ambiente de Inovação em Tecnologia Digital no Estado do Rio de Janeiro no site: http://www.faperj.br/downloads/Edital_Start-Up_Rio_2019_FAPERJ_V1.2.pdf.