Petropolitanos estão marcando presença na 7ª edição do Green Rio 2018, evento que conta com palestras sobre bioeconomia, orgânicos, cosméticos sustentáveis e alimentação saudável, além de stands com expositores de diversos estados do Brasil, oficinas de gastronomia e rodadas de negócios. Os produtos de Petrópolis, como compotas doces, mel e cogumelos ficarão expostos até sábado.

“O Departamento de Agricultura da Secretaria de Desenvolvimento Econômico marcou presença no evento dando suporte para os produtores de Petrópolis que levaram seus produtos e puderam mostrar a qualidade do que é produzido na nossa cidade. Petrópolis conta com mais de 800 produtores que fornecem para vários segmentos como hotéis e restaurantes. São petropolitanos que se dedicam a oferecer sempre o melhor para o consumidor final”, disse o secretário de Desenvolvimento Econômico, Marcelo Fiorini.

O público que visita o Green Rio 2018 – que termina nesse sábado (26.05), além de conhecer produtores comprometidos com alimentação saudável e desenvolvimento sustentável, tem acesso a Conferência Green Rio com palestrantes do Brasil e de outros países. A programação de sábado começa às 10h30. Nesse dia, as palestras abordarão temas como os objetivos do Desenvolvimento Sustentável, papel do Consumidor como agente de transformação; Bioinsumos; Alimentação Escolar, Compras Governamentais, Agricultura Orgânica e Cadeia de Fitoterápicos e Agricultura Familiar.

Estão participando da feira três produtores das regiões do Bonfim, Vale das Videiras e Brejal.

“O fortalecimento da produção agrícola é um ponto essencial para o desenvolvimento econômico das cidades. Em Petrópolis, a situação não é diferente. Os agricultores buscam sempre a melhor forma de produção o que garante alimentos de qualidade. Por isso, a participação deles em uma feira como o Green Rio é tão importante, para que mostrem as suas produções para o público de fora e conheçam as tendências da produção agrícola”, explicou o diretor do Departamento de Agricultura da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, José Maurício Soares.

Luís Otávio Ribeiro, do Bonfim, levou pela primeira vez para o Green Rio, os produtos produzidos pela sua família: mel, cogumelos, própolis e xaropes. A tradição familiar virou um negócio que faz sucesso no Hortomercado Municipal, onde a família tem um stand. “Muito importante essa participação no Green Rio. Fizemos muitos contatos e participamos das rodadas de negócios, um diferencial no evento. Muitas pessoas nos disseram que não conheciam esses produtos de Petrópolis e ficaram realmente entusiasmados com a produção. É animador mostrar tudo o que criamos com muito trabalho e carinho”, disse.

As compotas do Armazém Sustentável, produzidas no Brejal também marcaram presença no Green Rio: geleias e chutneys. “A feira está maravilhosa. Participamos todos os anos. Está muito bonita e organizada e Petrópolis está muito bem representado. A expectativa é a de ultrapassar o que vendemos no ano passado, cerca de cinco mil em compotas”, explicou Gustavo Aronovick.

Flavia Guedes e Cristina Sales, do Arte em Conserva, também levaram compotas e doces produzidos no Vale das Videiras para a feira. “Estamos vendendo bem, fazendo negócios e mostrando o potencial produtivo da nossa cidade. Agora, vamos nos preparar para o Rio Gastronomia, que vai ocorrer em agosto, no Pier Mauá