MARCELLO CASAL JR

Procon planeja multar WhatsApp em mais de R$ 10 milhões pelo “apagão” da segunda-feira (4)

A entidade diz que muitas pessoas sofreram sérios prejuízos por causa da queda do serviço, e que só um "evento muito forte", poderia isentar o WhatsApp de sua responsabilidade.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

O Procon de São Paulo vai notificar o WhatsApp, que pertence ao Facebook, devido ao apagão global que ocorreu na segunda-feira (4). No Brasil, o aplicativo de troca de mensagens ficou fora do ar por sete horas.

A entidade diz que muitas pessoas sofreram sérios prejuízos por causa da queda do serviço, e que só um “evento muito forte”, como por exemplo um terremoto, poderia isentar o WhatsApp de sua responsabilidade.

De acordo com o que foi divulgado pelo Procon-SP, a multa por eventuais danos morais e materiais pode chegar no valor de R$ 10,7 milhões. A notificação à empresa que deve ser encaminhada nesta terça-feira (5), vai questionar os motivos que levaram à pane.

“Falhas internas não eximem a responsabilidade da prestadora de serviço”, afirma o diretor do órgão, Fernando Capez. “O consumidor que se sentir prejudicado com a queda do sinal deverá aguardar as informações prestadas pelo WhatsApp ao Procon”, alegou.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.