A presença de bombeiros civis em estabelecimentos de grande fluxo de pessoas foi o alvo de conscientização de empresários em ação realizada pelo Procon Petrópolis nesta quinta-feira (19.07). A equipe do órgão de defesa do consumidor foi acompanhada por representantes do Sindicato dos Bombeiros Civis do município.  De acordo com a legislação município, shoppings centers, casas de shows, supermercados, lojas de departamento, campus universitários e indústrias ou conjuntos de empresas com número superior a 200 funcionários devem contar com profissional da área.

Durante a atividade realizada nesta quinta, a equipe passou pelo Ponto Frio, Casas Bahia, Leader, TeleRio, Casa e Vídeo, Ricardo Eletro e as duas unidades da Casas Bahia. Neste primeiro momento, a intenção é esclarecer as dúvidas dos responsáveis pelos estabelecimentos, para que, em posterior fiscalização, o órgão posso autuar caso não haja a presença de um bombeiro civil no estabelecimento. O órgão de defesa do consumidor também vai dar continuidade a ações do tipo, passando, também, por supermercados, shoppings, casas de shows, até contemplar todos os estabelecimentos que lei abrange.

“Temos o viés de educação em primeiro lugar. Então, neste primeiro momento vamos passar pelos estabelecimentos explicando a importância da atuação do profissional nesses locais. Exatamente por isso convidamos a equipe do sindicado para estar conosco nessas ações. Por ser uma legislação relativamente nova, estamos explicando, mas depois dessa ação, caso não haja a regularização, vamos autuar conforme prevê à lei”, explica o coordenador do órgão, Bernardo Sabrá.

A importância do profissional nessas áreas se dá para garantir a segurança e bem-estar do público. Os bombeiros civis atuam na prevenção de acidentes, primeiros socorros em caso de algum incidente dentro do estabelecimento, brigada de incêndio e no pronto atendimento em diversas frentes.

O vice-presidente do Sindicato dos Bombeiros Civis, Ademir Vitoriana de Oliveira, que acompanhou a equipe do Procon durante a visita aos estabelecimentos, destaca que o trabalho de conscientização realizado neste primeiro momento é fundamental devido ao desconhecimento de muitos empresários sobre a legislação.

“Já durante a ação conseguimos dar algumas dicas essenciais de segurança nos estabelecimentos que devem ser tomadas para garantir o bem-estar do consumidor naquele local. Então, isso demonstra como é essencial termos um profissional nesses espaços”, destaca Ademir.