Procon de Petrópolis fiscaliza supermercados após reclamações de preços elevados

O artigo 39 do Código de Consumidor diz que é vedado ao fornecedor de produtos ou serviços a elevação de preços sem justa causa, além de outras práticas.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

O Procon Petrópolis fiscalizou dois supermercados nesta terça-feira (08) após reclamações de aumentos abusivos. Os estabelecimentos localizados no Quitandinha e no Centro foram intimados a apresentar notas fiscais das compras de produtos, para que a autarquia apure
se realmente houve uma elevação excessiva dos preços.

“As reclamações sobre aumentos excessivos de produtos como café, ovo e relacionados ao hortifruti têm chegado ao órgão de forma intensa desde os dias seguintes à tragédia. Com as notas fiscais em mãos, vamos analisar e verificar se os estabelecimentos estão infringindo o artigo 39 do Código do Consumidor”, explicou o coordenador do Procon, Fafá Badia.

O artigo 39 do Código de Consumidor diz que é vedado ao fornecedor de produtos ou serviços a elevação de preços sem justa causa, além de outras práticas.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.