Procon de Nova Friburgo participa de operação “Petróleo Real”

Nenhuma irregularidade foi identificada no município.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Uma ação conjunta deflagrada pelo Procon do Governo Estadual do Rio de Janeiro e Ministério da Justiça promoveu fiscalização em postos de combustíveis de várias cidades fluminenses nesta quinta-feira, 08. Em Nova Friburgo, apenas um posto recebeu a operação que contou com o apoio do Procon Municipal, Agência Nacional de Petróleo (ANP), Polícia Civil e Secretaria de Estado de Fazenda. Nenhuma irregularidade foi identificada no município.

O coordenador do Procon de Nova Friburgo, Alexsandro Gabetta, acompanhado pelas assessoras jurídicas do órgão, Dra. Alini e Dra. Fernanda, acompanharam toda a ação. Entre os itens vistoriados estão aferição das bombas de combustível, itens de segurança e prevenção de acidentes, banner com informação aos consumidores, como preço.

“A população em geral tem se queixado muito sobre possíveis diferenças na litragem na hora de abastecer e a fiscalização verificou principalmente essa questão, utilizando um equipamento aferidor, além da documentação do estabelecimento e a qualidade do combustível.”, esclareceu Alexsandro Gabetta.  

Embora neste primeiro momento apenas um posto tenha sido vistoriado, a operação terá desdobramentos nos próximos dias, já que ainda há muitas unidades a serem fiscalizadas na cidade.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Boa Esperança, em Lumiar, foi a locação principal do filme “os sapos”, movimentando a cultura e a economia de Nova Friburgo

A produção contou com apoio do Polo Audiovisual SerraAção e de outros produtores de cinema locais, além da Prefeitura de Nova Friburgo, por meio das secretarias de Cultura, Turismo, Ordem e Mobilidade Urbana e Saúde, através do setor de Vigilância Sanitária, que é vinculado à Subsecretaria de Vigilância em Saúde, além da Subsecretaria de Comunicação Social e da Guarda Civil Municipal.

Comentários estão fechados.