Imagem: SWEN PFÖRTNER/DPA/AFP

Príncipe Andrew, filho da rainha Elizabeth II, renuncia a títulos militares após acusação de agressão sexual

Giuffre afirma que teve relações sexuais forçadas com o príncipe Andrew há mais de duas décadas e os encontros teriam acontecido na casa de Ghislaine Maxwell
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

O príncipe Andrew, Filho da Rainha Elisabeth II do Reino Unido, renunciou aos seus títulos militares e abriu mão de seus cargos honorários nesta quinta-feira 13 de janeiro, informou o Palácio de Buckingham em um comunicado.

O monarca é denunciado por uma estadunidense que alega que o filho da rainha britânica abusou sexualmente dela em 2001, quando ela tinha 17 anos.

Um processo civil foi aberto no meio do ano passado por Virginia Giuffre, uma das vítimas dos crimes sexuais do financista americano Jeffrey Epstein – morto em 2019.

Giuffre afirma que teve relações sexuais forçadas com o príncipe Andrew há mais de duas décadas e os encontros teriam acontecido na casa de Ghislaine Maxwell, ex-sócia de Epstein.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.