Prejuízo no tráfico: apreensões de drogas disparam em Petrópolis

Ações da polícia reprimem a expansão da prática criminosa no município.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

As ações da polícia em combate ao tráfico de drogas têm ganhado, cada vez mais, o apoio da população em Petrópolis. Somente entre os meses de setembro e outubro deste ano, os agentes do 26º Batalhão da Polícia Militar (BPM) apreenderam mais de 86 quilos de drogas no município e efetuaram a prisão de 192 pessoas envolvidas na prática criminosa, em sua maioria, provenientes de denúncias anônimas.

De acordo com o coronel André Henrique, atual comandante do 26° BPM, a colaboração da população tem sido essencial para as ações policiais em repressão ao tráfico de entorpecentes.

“Somamos a técnica do nosso efetivo às informações emitidas pela população, lembrando sempre que o anonimato é totalmente garantido. Além disso, através das ações de conscientização e diálogo nas comunidades, instruímos as nossas crianças e adolescentes a trilhar por caminhos completamente opostos ao crime”, disse.

Nos últimos dois meses, a polícia atendeu a um total de 237 ocorrências de tráfico de drogas em Petrópolis, resultando na apreensão de 43,5 quilos de cocaína, quase 40 quilos de maconha e 3,5 quilos de crack. Além disso, durante as ações ainda foram encontradas seis armas e seis simulacros. O material interceptado neste período totaliza o valor de R$ 12.842 em prejuízo ao tráfico.

Segundo levantamento divulgado pelo Instituto de Segurança Pública (ISP), nos últimos 18 anos, a Cidade Imperial já realizou oito mil apreensões de entorpecentes. Neste ano, entre janeiro e setembro, as ocorrências nas delegacias do Retiro e Itaipava somam 639 casos, número que chega a ser até 275% superior, quando comparado ao período de 12 meses, registrados entre os anos de 2003 e 2016.

Para denúncias de tráfico de drogas ou qualquer outro tipo de crime em Petrópolis, basta ligar para o telefone 190 ou para a sala de operações através do número (24) 2291-4020. A denúncia também pode ser feita pelo (24) 2291-5071 ou WhatsApp (24) 99324-5499. O anonimato é garantido pela polícia.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.