O prefeito Bernardo Rossi anunciou que a Casa do Feirante – que serve de ponto de apoio para os feirantes da Rua Souza Franco – será reformada.  O assunto norteou uma reunião com representantes da categoria realizada nessa quarta-feira (24.10) na Casa dos Conselhos Augusto Ângelo Zanatta. A previsão é de que a reforma ocorra nos próximos meses

No encontro, o prefeito explicou que as melhorias realizadas na rua – como a troca das luminárias e asfaltamento – foram apenas o primeiro passo de outras intervenções e benefícios para a categoria.

“Sabemos da necessidade em se manter esse ponto de apoio funcional para os feirantes. A feira da Rua Souza Franco conta com 327 barracas e os trabalhadores ficam no local muitas horas. A prefeitura revitalizou o asfalto da região, colocou novas luminárias e agora vai fazer uma reforma na Casa, principalmente nos banheiros”, disse Bernardo Rossi.

A prefeitura instalou luminárias de led – de 30 watts e 180 watts. A rua também recebeu asfaltamento em agosto: 1,3 quilômetro com a colocação de 1,1 tonelada de massa asfáltica. A Rua Teresa, na altura do BNH, onde a feira ocorre aos domingos, também será revitalizada.

“Vamos recuperar o asfalto onde os feirantes trabalham e construir banheiro, inclusive com local para troca de fraldas. Uma reivindicação antiga da categoria. O apoio da Guarda Civil durante as feiras também está garantido”, destacou o prefeito.

Outro ponto abordado durante o encontro diz respeito à padronização das barracas da feira. “A Secretaria de Desenvolvimento Econômico mantém o contato direto com os feirantes e produtores agrícolas da cidade justamente com o objetivo de promover melhorias que possam auxiliar no aumento da venda da produção. A reforma da Casa do Feirante é uma reivindicação que será atendida e também estamos estudando uma forma de padronização das barracas. Um modelo quem atenda às necessidades. Para isso a secretaria está fazendo levantamento, inclusive de disponibilização de microcrédito através da AgeRio”, explica o secretário de Desenvolvimento Econômico, Marcelo Fiorini.

A notícia agradou os feirantes. Joaquim Sérgio Lopes agradeceu o empenho do prefeito. “Foi muito bom esse encontro. Pudemos tirar as dúvidas e recebemos a notícia de que a padronização das barracas está sendo estudada. Tudo o que puder ser feito para melhorar as nossas vendas será válido e nos apoiaremos”, disse.

Lourdes Nogueira também gostou da ideia. “Tenho amor a feira e lutarei sempre pelo melhor para os feirantes. Essa é uma categoria muito unida e que merece todo o respeito”.

Feira do Alto da Serra funcionará no Centro no segundo turno das eleições municipais: 28 de outubro

Durante o 2º turno das eleições – 28 de outubro, a feira do Alto da Serra vai ocorrer no Centro, na Rua Souza Franco, atendendo a uma determinação do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro. Segundo o TRE a mudança é necessária para garantir a locomoção dos cidadãos e prevenir problemas na retenção na localidade, já que a Rua Teresa, na altura do BNH do Alto da Serra, fica fechada durante o funcionamento da feira livre.

“É uma situação pontual. Os feirantes poderão montar e desmontar as suas barracas no horário habitual”, disse José Mauricio Soares, diretor do Departamento de Agricultura.

As feiras ocorrem das 6h às 13h30. A mudança de local está prevista apenas no Alto da Serra. As demais feiras de domingo, que ocorrem no São Sebastião, Itamarati, Corrêas, Nogueira e Duarte da Silveira estão mantidas.