A prefeitura libera este mês os 60 primeiros enquadramentos de um total de 2.662 servidores que terão o benefício concedido nos próximos meses. O anúncio foi feito nesta quarta-feira (10.10) em reunião entre o prefeito Bernardo Rossi e o Sindicato do Profissionais da Educação (Sepe). No encontro, o prefeito também garantiu a convocação de outros 36 aprovados no concurso de 2015 já nas próximas semanas e reafirmou o seu compromisso de continuar trabalhando para garantir melhorias aos profissionais da área.

“A prefeitura mantém os estudos para atender com responsabilidade as reivindicações da categoria. Como já havia sido anunciado, os concursados serão chamados o que fortalecerá o quadro de servidores. O enquadramento do quinquênio foi antecipado, continuamos liberando as licenças prêmios e fazendo os levantamentos necessários para que as demais reivindicações da categoria sejam atendidas com responsabilidade, já que a prioridade do governo é a de manter os salários em dia”, afirma o prefeito.

A representante do Sepe, Rose Silveira, destacou o avanço nas discussões sobre o tema. “Os enquadramentos estavam congelados há seis anos e essa iniciativa representa um ganho importante para a nossa categoria”, destaca.

Os novos convocados se unirão a mais 86 que já foram chamados pela atual administração. Serão chamados 10 cuidadores escolares, 20 professores de anos iniciais e 6 professores de matemática. A previsão é de que no início de 2019 os demais concursados que passaram no concurso de 2015 também sejam convocados, concluindo, assim, as vagas previstas no edital homologado no último concurso.

No fim de agosto, a prefeitura já havia sinalizado a continuidade da concessão de licenças-prêmio e a conservação dos 25% de regência de classe. A reserva de 1/3 de tempo de trabalho para planejamento das aulas e a redução para 30 horas semanais de trabalho também estão sendo estudadas pelo governo de acordo com a indicação do Tribunal de Justiça e do Ministério Público – que orientou suspensão de decreto e também de projeto de lei.

Durante o encontro, o poder público reiterou ainda que continua os levantamentos para a concessão de direitos. O enquadramento por formação deverá começar em março de 2019.

“Quero mais uma vez reafirmar o meu compromisso com os profissionais da educação e destacar a seriedade com que estamos trabalhando para avançar na área. Serão mais de 2.600 enquadramentos por tempo de serviço que irão beneficiar diversos professores e, claro, suas famílias. Vamos estar sempre abertos ao diálogo para avançar ainda mais”, destacou o prefeito.

Também participaram da reunião o secretário Chefe de Gabinete, Renan Campos e o secretário de Administração, Marcos von Seehausen.