Troca de 100% das telhas, impermeabilização da cobertura, recuperação do piso em granitina, revestimento de paredes e teto, revisão das instalações elétricas, soluções de acessibilidade e manutenção de pavimentação. A prefeitura vai promover todos esses serviços para revitalização completa da Estação Rodoviária Imperatriz Leopoldina, o Terminal do Centro, com um investimento de R$ 1.060 milhão. O município vai publicar nesta segunda-feira (19.08) o edital de licitação com as especificações técnicas – a concorrência está marcada para 05 de setembro.

O Terminal do Centro é o maior da cidade, com movimento de cerca de 40 mil pessoas diariamente. São 1.640 viagens de 80 linhas de ônibus trazendo petropolitanos para trabalho e escola e depois no retorno deles para diversas localidades de bairros como Alto da Serra, Quitandinha, Bingen e Retiro.

“Nós sabemos a importância que essa obra vai ter para os moradores que utilizam o Terminal do Centro todos os dias. A prefeitura já vem fazendo uma série de melhorias no terminal, mas era preciso uma reforma maior, mais ampla, como essa que será feita agora. Em breve os moradores terão um local com mais conforto, com uma estrutura melhor, inclusive para os motoristas dos ônibus. Sem contar que o local vai passar a ter mais acessibilidade, permitindo o uso de maneira adequada pelas pessoas com deficiência que frequentam o terminal diariamente”, diz o prefeito Bernardo Rossi.

O local vem recebendo melhorias ao longo deste ano, como serviços de limpeza feitos pela Comdep e obras no telhado para construção de uma nova descida de águas pluviais providenciada pela CPTrans para evitar o acúmulo de água de chuva e os problemas de infiltrações. No ano passado, os banheiros, tanto masculino quanto feminino, também foram totalmente reformados, desde a parte hidráulica, troca de louças, melhoria na ventilação, iluminação, pisos e acessibilidade.

“Nós temos promovido uma série de ações para melhorar o sistema de transporte público e a mobilidade urbana da cidade, temos feito fiscalização junto às empresas de ônibus, cobrado a renovação da frota e, com isso, já temos 42 coletivos novos atendendo os petropolitanos. Também estamos fazendo alterações de trânsito para diminuir o tempo durante as viagens. Tudo para que os usuários do transporte público tenham um serviço melhor. E dentro disso está a reforma dos terminais da cidade. Todos os serviços feitos até agora são melhorias que nós promovemos no Terminal do Centro já dentro do projeto de revitalização e que se complementam com a reforma completa que será feita agora”, ressalta o diretor-presidente da CPTrans, Jairo Cunha.

Detalhes do projeto de revitalização do Terminal do Centro

No projeto de revitalização completa, o Terminal do Centro terá novas intervenções no telhado, com a instalação de telhas de aço novas, cumeeiras e rufos, com impermeabilização de calhas, tanto na área coberta quanto junto às baias de ônibus. O piso será totalmente substituído e polido e ganhará ainda o sistema de orientação para pessoas com deficiência visual, que são os azulejos podotáteis. As paredes e o teto terão o revestimento refeitos. Haverá pintura em toda a estrutura, portas de madeira, portões, guarda-corpo.

A área de circulação de passageiros na Rua Dr. Porciúncula terá o piso em pedra portuguesa recomposto. Já na área de embarque/desembarque que é vizinha ao rio, o revestimento do teto e da mureta de proteção será refeito, será instalado forro em PVC, o piso será refeito (inclusive da ponte que liga à Rua Caldas Viana), pilares, marquise guarda-corpo e mureta terão nova pintura, além de revisão da parte elétrica.

Já na área de circulação dos ônibus, será aplicada uma nova camada de pavimentação, nivelamento de caixas de ralo e também dos “almofadões” na entrada e saída do terminal. Ainda serão feitos meio-fio junto às baias e colocação de balizadores.

Outro ponto da obra será a instalação de gradeamento para fechamento noturno do Terminal. O fechamento, que acontecerá após a saída do último ônibus do dia, permitirá melhorar a limpeza diária, já que o serviço será feito com o local fechado, e impedirá atos de vandalismo.

A licitação está marcada para o dia 05 de setembro, quando as propostas serão recebidas no Centro Administrativo da prefeitura, na Av. Barão do Rio Branco, 2.846 – Centro. A ampla concorrência poderá fazer o valor máximo ser reduzido.