Prefeitura do Rio realiza ação para credenciar e conceder cartão de gratuidade de estacionamento a idosos e a pessoas com deficiência Iniciativa conscientiza ainda motoristas sobre o uso indevido das vagas especiais

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

A Prefeitura do Rio de Janeiro realiza, de 7 a 11 de maio, ação conjunta da Guarda Municipal, Secretaria Municipal de Transportes (SMTR) e Subsecretaria da Pessoa com Deficiência para conscientizar motoristas sobre o uso indevido das vagas especiais de estacionamento de idosos e de pessoas com deficiência. Para facilitar o acesso a quem necessita adquirir ou renovar o cartão de gratuidade de estacionamento, a Guarda Municipal montará posto itinerante em dois pontos da cidade para fazer o credenciamento.

  • Nosso objetivo é levar o serviço da prefeitura até o cidadão, colaborando com a SMTR que já realiza esse cadastramento nas superintendências. É nossa atribuição assegurar o direito do idoso e da pessoa com deficiência à vaga especial, seja na via pública ou nos estacionamentos privados de uso coletivo, que passamos a fiscalizar no ano passado – afirma a comandante da GM-Rio, inspetora geral Tatiana Mendes.

O atendimento será realizado no carro comando da GM-Rio, que ficará de 7 a 9 de maio, das 9h às 16h, na Praça do Lido, em Copacabana; e nos dias 10 e 11, próximo à Praça Saens Peña, na Tijuca. Os interessados devem preencher um requerimento e apresentar cópias da carteira de identidade com foto e assinatura em nome do idoso, CPF, além do comprovante de residência atualizado do município do Rio de Janeiro em nome do idoso. O modelo de requerimento também está disponível no site http://www.rio.rj.gov.br/web/smtr e pode ser levado já preenchido. No caso de renovação, basta levar o cartão vencido ou que irá vencer, além do requerimento preenchido. Durante a ação, guardas municipais distribuirão folhetos com orientações aos motoristas.

Para solicitar o cartão de pessoa com deficiência, o requerente deve preencher a ficha e apresentar cópias da carteira de identidade, CPF e do comprovante de residência, além de atestado médico em formulário padrão também disponível no site da SMTR. No caso de menor de 18 anos, o solicitante deverá apresentar os documentos dos pais ou do responsável. Na análise do processo poderá ser solicitado mais informações, esclarecimentos e documentos complementares, bem como submeter a parecer técnico e ainda avaliação presencial.

  • Apoiamos iniciativas de parcerias como esta da Guarda Municipal para ampliar o universo dos beneficiados com o direito de aquisição do cartão de idoso e de pessoas com deficiência. O uso do cartão é essencial para assegurar tanto o direito dos cidadãos como o uso correto das vagas especiais nos estacionamentos em vias públicas e estabelecimento privados nas vagas demarcadas – destaca o secretário de Transporte, coronel Diógenes Dantas.

Vagas especiais – De janeiro de 2017 a março de 2018, a SMTR concedeu 63.956 mil cartões de gratuidade de estacionamento para idosos e deficientes. O órgão publicou em julho do ano passado uma nova resolução, regulamentando a concessão do benefício para pessoas acima 60 anos, conforme prevê o Estatuto do Idoso. Antes, o cartão era concedido somente a pessoas acima de 65 anos. A ação desta semana marca um ano da fiscalização da Guarda Municipal realizada em estacionamentos privados de uso coletivo, como shoppings e supermercados, cumprindo as resoluções 303 e 304 do Conselho Nacional de Trânsito e a Lei da Inclusão da Pessoa com Deficiência (lei nº 13.146 de 2015).

Em 2017, a Guarda Municipal aplicou 16.294 multas por estacionamento em vaga de idoso e 6.300 em vagas de pessoa com deficiência na cidade. Desde o início da fiscalização nos estabelecimentos privados de uso coletivo, em 12 de maio de 2017, 2.816 multas foram aplicadas e 496 visitas realizadas em diversos shoppings e supermercados em toda a cidade.

O estacionamento irregular em vaga de idoso ou deficiente é considerado uma infração de trânsito gravíssima, de acordo com o artigo 181, inciso XX, do CTB, cuja penalidade é de multa no valor de R$ 293,47 e o veículo está sujeito a reboque. A contestação para este tipo de infração segue o mesmo procedimento das demais. O condutor pode recorrer da penalidade por meio das Juntas Administrativas de Recursos de Infração (JARI) ou pela internet, através do site Carioca Digital: https://carioca.rio/.

 

Fonte: Guarda Municipal do Rio de Janeiro

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.