© Fernando Frazão/Agência Brasil

Prefeitura de Petrópolis acompanha a busca de mais uma vítima e mantém reforço em áreas afetadas

A Secretaria de Defesa Civil segue no suporte às ações de buscas e as equipes da Assistência Social mantém o atendimento nos pontos de abrigo.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

A Prefeitura de Petrópolis acompanha o trabalho de buscas e identificação das vítimas das chuvas do dia 15 de fevereiro. Nesta sexta-feira (4), de acordo com a equipe Técnica e Científica da Polícia Civil, o município registra 233 óbitos, dos quais 138 mulheres, 95 homens e 44 menores. O Corpo de Bombeiros segue com as buscas de um desaparecido no Morro da Oficina e três ao longo do Rio Quitandinha. A Secretaria de Defesa Civil segue no suporte às ações de buscas e as equipes da Assistência Social mantém o atendimento nos pontos de abrigo.

Até o momento 994 pessoas que tiveram que sair de suas casas em virtude dos danos causados pelas chuvas, recebem atendimento em abrigos temporários. Essas pessoas recebem todo o suporte da Secretaria de Assistência Social com cuidados em saúde, acompanhamento psicológico, recreação e atividades educativas para crianças, além de orientações sobre serviços sociais que podem ser direcionados de acordo com o perfil familiar.

Nas estruturas que funcionam em escolas públicas e em locais montados de forma voluntária em associações de moradores, ONGs e entidades pelas comunidades, as famílias contam com todo o suporte para as necessidades essenciais até que consigam o encaminhamento para o aluguel social. As pessoas optam sair dos abrigos e se instalarem em casa de familiares, continuam recebendo o suporte do Governo Municipal para que se restabeleçam.

Todas as pessoas que precisaram recorrer aos pontos de abrigo terão direito ao aluguel social no valor de R$ 1 mil. Desabrigados têm prioridade e já foram cadastrados por equipes da Prefeitura.

Defesa Civil mantém trabalho intensivo de realização de vistorias

Até o momento mais de 3 mil vistorias estão em encaminhamento pelas equipes de engenheiros, geólogos e técnicos da Defesa Civil. Cerca de 700 laudos já estão prontos para serem entregues para a população. As pessoas que tiveram a vistoria feita em seus imóveis, podem ligar para os números 199 ou (24) 2246-9281 para verificar se o documento está disponível. A consulta também pode ser feita pelo site da Defesa Civil https://web2.petropolis.rj.gov.br/dfc/ro-digital/, por onde é possível fazer a solicitação do documento para download por meio do serviço do RO Digital.

Desde o dia 15 de fevereiro, 4368 ocorrências foram registradas. Dessas, 3743 são por deslizamentos que afetaram principalmente as regiões do primeiro distrito. Ao todo, os técnicos já realizaram atendimento em 44 localidades.

As regiões com o maior número de ocorrências foram: Alto da Serra, Castelânea, Chácara Flora, Centro, Quitandinha, Caxambu, São Sebastião, Valparaíso, Vila Militar, Floresta, Saldanha Marinho, Mosela, Coronel Veiga, Morin, Independência, Estrada da Saudade, Corrêas, Retiro, Siméria, Bingen, Duarte da Silveira, Meio da Serra, Bataillard, Nogueira, Quarteirão Brasileiro, Quarteirão Ingelhein, Cascatinha, Itaipava, Quissamã, Itamarati e Carangola.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.