Prefeitura dá ordem de início para reforma do Terminal Centro Empresa responsável pela obra deve começar os trabalhos no próximo dia 28

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

A reforma do Terminal Centro já tem data para começar: 28 de outubro. A prefeitura emitiu nesta sexta-feira (18.10) a ordem de início da obra, que vai beneficiar 40 mil passageiros que passam diariamente pelo local. Durante a próxima semana, a empresa responsável pelo serviço, a VACC Indústria, Comércio e Serviço Eireli, vai mobilizar as equipes de operários e materiais necessários, além de estabelecer o cronograma de trabalho junto ao Departamento de Obras Públicas e o Departamento de Iluminação Pública.

“A reforma do Terminal Centro é um desejo grande da população e que agora vai se tornar realidade. Vamos entregar um novo terminal, com melhores condições para atender os passageiros, mais conforto, mais segurança. E nós contamos com a ajuda da população em entender esse momento, sabemos que a obra pode gerar transtornos por alguns períodos, mas depois o benefício será permanente para todas as pessoas”, destaca o prefeito Bernardo Rossi.

Maior da cidade, o Terminal Centro é o ponto de partida de 1.640 viagens diárias de 80 linhas de ônibus, transportando a população para diversos locais da cidade como Alto da Serra, Quitandinha, Bingen e Retiro, por exemplo.

O projeto de revitalização contempla intervenções no telhado, com a instalação de telhas de aço novas, cumeeiras e rufos, com impermeabilização de calhas, tanto na área coberta quanto junto às baias de ônibus. O piso será totalmente substituído e polido e ganhará ainda o sistema de orientação para pessoas com deficiência visual, que são os azulejos podotáteis. As paredes e o teto terão o revestimento refeitos. Haverá pintura em toda a estrutura, portas de madeira, portões, guarda-corpo.

            A revitalização do Terminal Centro contempla todo a sua área: do lado da Rua Dr. Porciúncula, por exemplo, o piso em pedra portuguesa será recomposto. Já na área de embarque/desembarque que é vizinha ao rio, o revestimento do teto e da mureta de proteção será refeito com a instalação de forro em PVC, e um novo piso aplicado (inclusive da ponte que liga à Rua Caldas Viana). Daquele lado, pilares, marquise guarda-corpo e mureta terão nova pintura, além de revisão da parte elétrica.

Já na área de circulação dos ônibus, será aplicada uma nova camada de pavimentação, nivelamento de caixas de ralo e também dos “almofadões” na entrada e saída do terminal. Ainda serão feitos meio-fio junto às baias e colocação de balizadores.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.