“Quem não sonhou em ser um jogador de futebol?” a letra da música escrita por Nando Reis e Samuel Rosa evidencia a importância do esporte para os jovens do país. E em Petrópolis não é diferente: a prefeitura apoia o Campeonato Municipal de futebol de campo e de futsal, que são organizados pela Liga Petropolitana de Desportos (LPD) e que reúnem quase mil atletas inscritos em 10 categorias diferentes. No próximo domingo (17.12), acontecem as decisões da competição no campo do Esporte Clube Cascatinha nas categorias sub-11, 13 e 20. No 15 e no 17, as finais serão no mesmo local no sábado (23.12).

Neste ano, a prefeitura assumiu a dívida de quatro parcelas não pagas pela administração anterior, no valor de R$ 63.168,00, referente aos campeonatos que aconteceram em 2016. Neste ano, contribuiu com o pagamento da taxa de arbitragem dos torneios, no valor de R$ 58 mil e também as medalhas para os atletas, com o investimento de R$ 2.250,00. Um total investido de R$ 123.378,00.

“É fundamental que exista essa parceria entre os clubes da cidade e a prefeitura. Nossa ideia é avançar em projetos e programas que envolvam as comunidades, e neste sentido, é importante que os clubes estejam fortes”, explica o superintendente de Esportes e Lazer da cidade, Hingo Hammes, destacando o número de jovens que participam dos Campeonatos Municipais.

“É a primeira oportunidade para muitos deles. Os clubes lidam com um grande sonho desses meninos e nós precisamos apoiar. Quem sabe um jovem desses não consegue chegar aos principais campeonatos do mundo?”, disse Hingo.

Alguns conhecidos do “mundo da bola” surgiram em Petrópolis, como é o caso do ídolo do Fluminense, o volante Marcão, e o brasileiro naturalizado alemão Kevin Kurányi. Os dois deram os primeiros passos no Estádio Atílio Marotti, jogando pelo Serrano. No domingo, o Leão da Serra joga a decisão na categoria sub-11 contra o Esporte Clube Corrêas.

“Grandes jogadores já passaram pelo gramado do Atílio Marotti. Isso é uma maneira de motivar os meninos a participar das competições. É importante para a cidade que os clubes estejam fortes. Hoje participamos da segunda divisão do campeonato estadual profissional, ou seja, é uma grande janela para os meninos da cidade”, disse o presidente do Serrano, Alexandre Beck.

No sub-13, a decisão será entre o Carangola e o Corrêas. No 20, o Corrêas joga contra o Boa Esperança. Os jogos acontecem em seqüência a partir das 13h no campo do Cascatinha, que fica na Rua Bernardo Vasconcellos, 327. Não haverá cobrança de ingresso para as partidas, que são abertas para o publico.