Foto: Divulgação/ASCOM

Prefeito interino Hingo Hammes acompanha trabalho de adequação das instalações elétricas da Casa do Colono

O próximo passo será definir quais medidas devem ser adotadas para que a nova instalação elétrica atenda aos padrões de segurança sem interferir na originalidade da edificação.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

O prefeito interino Hingo Hammes acompanhou nesta terça-feira (20/07) o trabalho de adequação das instalações elétricas do Museu Casa do Colono. Até o momento, a equipe realizou o mapeamento do sistema construtivo do espaço, assim como o levantamento de toda rede de energia, com a contabilização de tomadas, pontos de luz e interruptores. O próximo passo será definir quais medidas devem ser adotadas para que a nova instalação elétrica atenda aos padrões de segurança sem interferir na originalidade da edificação.

O trabalho de adequação é custeado pelo Fundo Ibermuseus para o Patrimônio Museológico. O Museu Casa do Colono foi o único brasileiro contemplado pelo Fundo, que também inclui museus da Argentina, Bolívia, Colômbia e Uruguai. O projeto conta com a parceria da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), através dos professores e alunos do curso de Arquitetura e Urbanismo, Campus Petrópolis.

“A Casa do Colono é um importante patrimônio histórico e cultural da nossa cidade. Acredito que a gente vai ter um museu mais dinâmico, interativo e seguro após a conclusão desse trabalho. É um orgulho para Petrópolis ter a única instituição brasileira selecionada pelo Ibermuseus”, disse o prefeito interino Hingo Hammes.

A equipe de trabalho é composta por cinco estagiárias, que atuam sob coordenação dos professores Claudia Mesquita Baima (Arquitetura) e Paulo Eduardo Darski Rocha (Engenharia Elétrica). A previsão é que todo o serviço seja concluído até o fim de setembro.

“O objetivo após realizar diagnóstico é criar um projeto executivo de adequação das instalações elétricas. O desafio maior é pegar uma estrutura que foi projetada sem a existência da energia elétrica e colocar sem interferir na construção original”, explica Claudia, que é doutora em Arquitetura e especialista em restauro arquitetônico.

O acervo do Museu Casa do Colono possui utensílios de uso doméstico e ferramentas de trabalho, fotografias, quadros e objetos de uso pessoal. O atrativo fica aberto de terça a domingo, das 8h30 às 14h (horário reduzido em função da pandemia), com entrada franca. O telefone de contato é o (24) 2247-3715 e o e-mail: [email protected]

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.