DCIM101MEDIADJI_0027.JPG

Prefeito Bernardo Rossi vistoria local onde houve deslocamento de pedras na Posse

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

O prefeito Bernardo Rossi vistoriou com a Defesa Civil a área na Posse atingida por desplacamento em maciço rochoso na região do Ingá.  Seis casas foram atingidas na Estrada da Pedreira e não houve feridos. Cerca de 40 imóveis estão interditados preventivamente pela Defesa Civil em um raio de 500 metros. Os técnicos da pasta já começaram a preparar um novo laudo técnico para a área. Em 2014, sete casas e um terreno já haviam sido interditados no local, quinto distrito de Petrópolis e área rural, após deslizamento de rochas.

Equipes da Assistência Social também estiveram no local dando suporte às famílias. Está sendo feito levantamento apurando as necessidades de cada família em alimentos, roupas e outros itens. As famílias estão sendo alojadas em casa de parentes.

 “Neste primeiro momento é importante apoiar os moradores e deixá-los em segurança. As equipes da prefeitura estão no local dando o primeiro atendimento a todos”, afirma o prefeito Bernardo Rossi, garantindo a permanência da Guarda Civil no local para fazer a segurança dos imóveis interditados. “Falei com o presidente de Cehab, Angelo Monteiro Pinto e com secretário estadual das Cidades, Juarez Fialho, que se colocou à disposição de Petrópolis neste momento”, completa.

Temperatura alta aliada a raios e temporais no Verão pode ter provocado o deslocamento de rochas, após sequência de variação térmica. “Numa linguagem mais simplista, resumimos o episódio desta forma, com estes elementos ocasionando ou ampliando fissuras”, afirma o secretário de Defesa Civil, Paulo Renato Vaz. 

Será feita uma análise geológica para determinar causas e extensão do acidente e direcionar as ações de prevenção. “Técnicos estarão de prontidão e especialistas vão continuar a análise da região explica Paulo Renato.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

1 comentário
  1. Márcia Regina Ramos Diz

    Na verdade ali é um vilarejo debaixo de uma pedreira o prefeito deveria pegar os impostos do povo colocar em moradia melhor para o povo por isso o povo sofre fica desfalecendo povo trabalhador que não tem valor nenhum deveria invens de marcar a presença deveria fazer pelo povo ter atitude colocar em prática e não ficar no papel e nas palavras .

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.