Prefeito Bernardo Rossi entrega as chaves da casa própria para 96 famílias

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

O prefeito Bernardo Rossi entregou as chaves da cada própria a 96 famílias desabrigadas das chuvas nesta antevéspera de Natal (22.12), momento marcado por emoção e felicidade. Os beneficiados são pessoas que perderam casas por causa de chuvas nos distritos desde 2004 e agora vão ocupar o Conjunto Habitacional da Posse.

“É o meu presente de Natal. Poder ser prefeito da cidade que amo e investir em política habitacional. Além dessas, em breve mais 776 famílias receberão suas casas no Vicenzo Rivetti “, destacou o prefeito Bernardo Rossi.

A entrega encerra uma espera de 11 anos, desde que o convênio para construção das moradias foi firmado. Pessoas como Cláudia Renata Almeida Ramos, que luta por moradia popular em Petrópolis foram beneficiadas. Ela ficou desabrigada em uma chuva em 2011 e foi contemplada com um dos apartamentos, onde vai morar com o marido, Mauro Ramos.

“A emoção é muito grande. Foram oito anos de espera, eu morava na Estrada de Teresópolis. Depois de tudo que a gente passou, tudo que a gente viu, foi uma noite que vai ficar marcada para o resto da minha vida. Só a gente que estava lá, que viu e que ouviu as pessoas pedindo socorro e a água levando embora várias casas, só a gente sabe o que passou. E agora é uma alegria que não dá para dimensionar. Estou muito feliz, muito grata a Deus. É muita alegria mesmo”, falou.

As casas foram entregues pela prefeitura e pelo governo do Estado. O município entregou 24 unidades e o Estado, 72. Em janeiro, o prefeito Bernardo Rossi dará as chaves de mais 24 apartamentos.

“As primeiras vezes que eu vim aqui, o mato estava acima da construção. Tive a oportunidade de ser secretário de Habitação do Estado e de trabalhar com a Cehab para que essa obra andasse. E também tenho a oportunidade de ser prefeito e tanto ajudar as obras do Estado quanto continuar as do município. Essas casas são a garantia e a tranquilidade de que o que vocês passaram com chuvas, nunca mais passarão”, disse o prefeito.

O diretor-presidente da Companhia Estadual de Habitação (Cehab), João Alberto Thadeu Cruz Galvani, também esteve na solenidade.  “Essa é uma obra que deveria ter ficado pronta há muito tempo, mas a crise financeira deixou a Cehab praticamente parada. Precisávamos de recursos para continuar e isso foi possível graças à atuação do Bernardo Rossi como secretário de Habitação. E já na prefeitura, tivemos total apoio para continuar os trabalhos. Estamos felizes por estar entregando seis blocos e isso é possível graças ao engajamento de todos para isso”, declarou.

O defensor público Cléber Francisco Alves destacou que a entrega desses apartamentos é garantir o direito constitucional de moradia. “É sempre bom celebrar momentos como esse, na antevéspera do Natal, de garantir a segurança de uma moradia, que um direito fundamental da população. É uma satisfação grande ver que apesar das dificuldades, temos a expectativa de que essas casas representem tranquilidade e superação das chuvas”, colocou.

144 unidades
O conjunto habitacional da Posse ganhou o nome de Oswaldo Santarsieri Medici. A homenagem é prestada a um dos grandes empresários da região na primeira metade do século XX. Ele era dono da maior fábrica de cerâmica da cidade na época, que funcionava exatamente no terreno onde foram construídas as 144 unidades do conjunto habitacional.

Dessas, apenas 24 já haviam sido entregues em setembro de 2016 pelo município na administração passada. No entanto, em pouco tempo os moradores passaram a conviver com uma situação bastante incômoda: vazamentos e infiltrações. Isso obrigou a prefeitura a reformar as moradias. São casas como a de Cristiano Mathias, que mora com a esposa e o filho.

“A reforma ficou boa, agora a casa está 100%. Acabou o problema dos vazamentos, graças a Deus. Eu fico aliviado porque agora não preciso toda vez que me preocupar em ficar limpando minha casa porque sujou por causa do encanamento quebrado”, contou.

Os apartamentos possuem cerca de 40 m², com dois quartos, sala, banheiro e cozinha/área de serviço. Eles são divididos em 12 blocos com três pavimentos de quatro unidades. Dez desses apartamentos são adaptados para pessoas com deficiência. As demais moradias do andar térreo foram destinadas, prioritariamente, para pessoas com mobilidade reduzida.

Depois dos 96 apartamentos deste sábado, outras 24 serão entregues até o fim de janeiro. “Esses apartamentos já foram energizados e estão em acabamentos e revisão final”, explica o secretário de Obras, Habitação e Regularização Fundiária, Ronaldo Medeiros.

A entrega dos apartamentos neste sábado foi acompanhado pelo vice-prefeito Baninho, pelos secretários municipais Ronaldo Medeiros e Denise Quintella, de Obras e Assistência Social; de Educação e Ordem Pública, Márcia de Palma e Djalma Januzzi; pela secretária de Saúde, Fabíola Heck; pelo Procurador Geral do município, Sebastião Médici; pelo secretário-chefe de Gabinete, Renan Campos; o presidente do Inpas, Fernando Fortes e o vereador Jorge Relojão.

Fonte: Prefeitura de Petrópolis

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.