O funcionamento das 56 câmeras do Centro Integrado de Operações Petrópolis (Ciop) foi apresentado pelo prefeito Bernardo Rossi a diretores da Associação da Rua Teresa (Arte) e empresário do polo de moda nesta quinta-feira (22.11). A visita objetivou explicar o mecanismo de funcionamento das câmeras em toda a cidade, incluindo os cerca de 2 km de extensão do maior polo de modas da cidade, que é toda monitorada com cinco câmeras que tem alcance de até 1 km e cobre a área com cerca de 800 lojas em funcionamento.

No encontro, o prefeito Bernardo Rossi também anunciou o aumento do patrulhamento da Rua Teresa durante o Natal Imperial, local que tem programação garantida nas festividades de fim de ano. “Pessoas de diversas partes do estado e até do país vem a nossa cidade para comprar. Agora, no Natal, esse potencial será consideravelmente ampliado e o nosso histórico de resolução de casos junto à segurança de Petrópolis é mais um atrativo para recebermos visitantes na cidade”, destaca o prefeito.

Dados da Associação da Rua Teresa dão conta que no, ano passado durante o Natal, já com parte das câmeras instaladas e o Ônibus de Videomonitoramento da Guarda Civil atuando na área, o número de ocorrências foi a zero. Em 2016, porém, foram em torno de 20 a 30 casos de furto ou roubos relatados à Arte.

“Em 2017 já foi possível ver a melhoria na segurança durante o Natal e este ano nossa expectativa também é muito boa. Conhecer como funciona o monitoramento dá à Associação e, consequentemente, aos empresários da rua, a sensação de segurança porque sabemos que a rota criada pelas imagens das câmeras faz com que qualquer incidente possa ser resolvido de maneira rápida. É um grande ganho para toda a cidade”, destaca a presidente da Arte, Cláudia Pires.

A Rua Teresa conta com cinco câmeras de monitoramento distribuídas do início ao fim do polo de moda, dando ampla cobertura de segurança. O Ciop tem 56 câmeras monitorando 46 pontos da cidade com câmeras de 360º e, em cinco deles (entradas da cidade), também têm equipamentos com capacidade de leitura de placas, função que identifica e rastreia veículos furtados ou roubados.

A visita também contou com a presença do vice-prefeito, Baninho; do secretário de Serviço, Segurança e Ordem Pública, Djalma Januzzi; do secretário de Turismo, Marcelo Valente; do coordenador de segurança, Maurício Borges; o comandante da Guarda Civil, Jeferson Calomeni, além dos diretores da Arte e empresários da Rua Teresa.