A prefeitura prorrogou até o dia 02 de março o recadastramento do Cartão Imperial para os moradores da 24 de Maio, Morin, Caxambu e adjacências. Das 296 famílias cadastradas no programa, 84 ainda precisam realizar a atualização dos dados que ocorre diariamente no CRAS Centro localizado na Rua Dr. Sá Earp, nº 39, de 9 às 16h. A meta da prefeitura é manter ativo o benefício dos que comprovarem a situação de vulnerabilidade social, de insegurança alimentar e/ou nutricional para manter o recebimento de R$ 70 mensais.

A Secretaria de Assistência Social está reforçando a divulgação do processo de recadastramento junto aos Centros Comunitários, unidades de Saúde e igrejas da região. A expectativa é que todos possam ter os dados atualizados com tranquilidade até março.

“Baixa adesão no processo de recadastramento nos preocupou então rapidamente realizamos a prorrogação para que as famílias possam buscar o CRAS com tranquilidade e se informarem sobre a documentação e agendamento. Estamos mobilizando as equipes para que continuem ligando para os beneficiados, além da integração com as agentes de saúde e líderes comunitários para que todos compareçam no Cras”, afirma Denise Quintella.

O desligamento do benefício não ocorre imediatamente, inicialmente o Cartão Imperial é bloqueado por 30 dias impossibilitando o saque de R$ 70,00 pela família. Caso isso ocorra, o beneficiado deve buscar uma unidade do CRAS – Centro de Referência de Assistência Social mais próximo à residência ou a Secretaria de Assistência Social localizada na Avenida Barão do Rio Branco para ter informações.

“Esse é o momento da atualização dos dados, principalmente aqueles que perderam os prazos. Precisamos tranquilizar a população que o desligamento não é automático. Primeiro o benefício é bloqueado, então a família que não conseguir sacar o valor do benefício deve procurar atendimento no CRAS ou junto à Secretaria para avaliar o cadastro”, disse Denise Quintella.

Atualmente, o município conta com 3.080 pessoas com os cadastros atualizados e 1.063 usuários já desligados do programa por não comprovarem a situação de vulnerabilidade social, de insegurança alimentar e/ou nutricional.

Como se recadastrar?

O recadastramento do Cartão Imperial garante o recebimento do benefício aos atendidos que estejam dentro dos critérios do programa, ou seja, que comprovem situação de vulnerabilidade social e estejam devidamente cadastradas no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico).

A Secretaria de Assistência Social disponibiliza uma equipe para convocar as famílias por telefone. Para fazer o recadastramento, o usuário deve levar documento original e cópia – CPF do titular, carteira de trabalho de todos que moram na casa maiores de 18 anos, mesmo que não esteja assinada (cópia das páginas da foto, do verso e do último contrato de trabalho assinado na carteira); comprovante de renda atual (contracheque, comprovante do benefício do INSS); certidão de nascimento dos filhos menores de 18 anos; carteira de vacinação dos menores de 10 anos; declaração de escolaridade; comprovante de residência atual; laudo médico ou comprovante de acompanhamento dos portadores de doenças graves ou pessoa com deficiência.

Em casos de dúvidas, os moradores podem entrar em contato pelos telefones (24) 2233-8109 e 2233-8110.