Poste condenado não é trocado pela Enel e pode cair em servidão no Floresta

Moradores da Rua Doutor João Glass Veiga, no bairro Floresta, já realizaram diversas denúncias para a troca de um poste na região.

Moradores da Rua Doutor João Glass Veiga, no bairro Floresta, já realizaram diversas denúncias para a troca de um poste na região. Visivelmente podre, a estrutura já foi condenada, inclusive, pela Enel, empresa responsável pela manutenção. Entretanto, a tão aguardada troca ainda não aconteceu, mesmo após três meses de denúncias insistentes da população.

De acordo com os moradores da localidade, inicialmente a alegação seria de que um veículo estaria atrapalhando o serviço. Um mês após a retirada do carro, a empresa agendou a troca, que aconteceria no último dia 17 de julho. Desde então, não há informações sobre o procedimento.

“Seria 17 de julho de que ano?”, indagou um morador da localidade. “Vão esperar cair sobre uma pessoa, residência ou veículo para tomarem alguma atitude?”.

Na ocasião, informações preliminares alegam que o caminhão utilizado para o tipo de troca teria quebrado e uma nova data seria agendada. Porém, após mais de três semanas, a data ainda não foi programada, segundo a população.

“Quando começa a ventar, a gente fica com medo. O poste balança muito”, relatou outro morador.

O Giro Serra entrou em contato com a Enel questionando a data prevista para a realização do serviço, mas até o fechamento desta matéria, não obteve resposta.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

veja também