UPA Cascatinha voltará a operar como UPA Vermelha

Ponto de apoio para pacientes com sintomas de covid-19 será transferido para o HMNSE a partir de quinta-feira

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

O ponto de apoio para pacientes com sintomas de covid-19 atualmente montado em uma tenda ao lado da UPA Centro será transferido nesta quinta-feira, dia 14, para o Hospital Municipal Nelson de Sá Earp (HMNSE). O anúncio foi feito pelo prefeito interino Hingo Hammes, que esteve no hospital com o secretário municipal de Saúde, Aloisio Barbosa, na tarde deste sábado (9/1). Hammes também antecipou que a UPA Cascatinha voltará a operar, na mesma data, como UPA Vermelha, exclusiva para internação de pacientes com sintomas da doença. As medidas fazem parte da reorganização das portas de entrada da rede municipal de saúde para garantir um melhor atendimento à população e uma melhor infraestrutura às equipes de saúde.

Segundo o secretário municipal de Saúde, Aloisio Barbosa da Silva Filho, a UPA Cascatinha, que teve toda a parte elétrica revista recentemente, passará por adequações para o pleno funcionamento de 10 leitos de UTI e 10 leitos clínicos. Com a mudança, a UPA Centro, que hoje atende exclusivamente pacientes com sintomas de covid-19, voltará a funcionar, já na quinta-feira, após higienização, como unidade de pronto-atendimento.
“Não adianta termos várias portas de entrada sem equipes e infraestrutura adequada para atender a população. Vamos reorganizar, primeiramente, esse atendimento nas UPAs Centro e Cascatinha”, afirmou o prefeito.


Na prática, pacientes com necessidade de atendimento de urgência (não covid) na cidade deverão se dirigir à UPA Centro, Pronto Socorro Leônidas Sampaio (Alto da Serra) e UPA Itaipava. Já pacientes com sintomas de covid-19 deverão procurar atendimento no Hospital Municipal Nelson de Sá Earp, que terá um espaço no primeiro andar para organizar este fluxo.


“O HMNSE dispõe de infraestrutura para as equipes e os pacientes. Vamos reforçar o quadro de pessoal para garantir que na unidade, que já é referência para internação de casos de covid-19, a população encontre atendimento adequado”, detalhou o secretário municipal de Saúde, que voltou a falar sobre a preocupação com os casos da doença. “A população precisa se conscientizar de que este é um trabalho conjunto. Peço a ajuda de todos: mantenham as medidas de prevenção, utilizando máscaras, lavando bem as mãos, utilizando o álcool em gel e mantendo o distanciamento”.


Além do atendimento de referência para covid-19 no HMNSE, os pontos de apoio de Itaipava e de Cascatinha serão mantidos para a realização de exames, com equipes de enfermagem. “Estamos analisando outras medidas na tentativa de melhorar o fluxo de atendimento e buscando alternativas para ampliar o número de leitos para internação para pacientes covid e também não covid. Toda a ajuda que vier neste momento é muito bem-vinda. Estamos buscando soluções em todos os lados, ouvindo ideias, sugestões. Nossa prioridade é reestruturar a rede de saúde, garantindo a população aquilo que é direito de todos”, finalizou Hingo Hammes.

Fonte: Ascom PMP

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.