Policiais encontram pássaros em cativeiro após denúncia do Linha Verde sobre caça ilegal de animais

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Policiais Militares da Unidade de Policiamento Ambiental do Parque Estadual dos Três Picos realizaram uma ação nesta segunda-feira (11) no município de Cachoeiras de Macacu com o objetivo de averiguar informações do Linha Verde (0300 253 1177) sobre caça ilegal de animais e guarda de animais silvestres.

Em cumprimento a ordem de policiamento, os agentes da 5ª UPAm se dirigiram ao bairro Agro Brasil, onde em frente a residência denunciada foram encontradas várias gaiolas com pássaros da fauna silvestre. Os policiais então fizeram contato com o responsável pelo imóvel e após terem autorização para adentrar na residência, verificaram que não havia armas nem materiais utilizados para caça mas, os dois coleiros, dois tizius e um canário da terra não possuíam nenhuma anilha de identificação junto ao IBAMA. Como o dono das aves informou não ter documentação específica para mantê-los em cativeiro, foi encaminhado à 159ª DP, onde a ocorrência foi registrada com base no artigo 29 da lei de crimes ambientais, enquanto os pássaros serão entregues na Área de Proteção Ambiental de Guapimirim.

Na Região Serrana a população pode denunciar qualquer crime ambiental ao Linha Verde, pelo telefone 0300 253 1177 (custo de ligação local) ou ainda pelo aplicativo para celulares “Disque Denúncia RJ”. O anonimato é garantido ao denunciante.—-

Polícia apura possível contaminação do lençol freático após averiguar informações do Linha Verde

Uma informação enviada ao Linha Verde (0300 253 1177) através do aplicativo “Disque Denúncia RJ” sobre contaminação do lençol freático levou policiais militares da 6ª Unidade de Policiamento Ambiental (Serra da Tiririca) à Charitas, bairro de Niterói, onde identificaram vazamento de óleo vindo de geradores existentes nos fundos de uma igreja localizada na Avenida Prefeito Silvio Picanço.

Segundo os policiais, subordinados ao Comando de Polícia Ambiental, foi feito contato com o responsável, que seria técnico de manutenção e o mesmo informou que o vazamento do óleo ocorreu durante abastecimento dos geradores devido ao desencaixe de conexões da mangueira. O óleo acabou escorrendo por um buraco na parede, ocasionando uma mancha de aproximadamente 10 metros quadrados no solo. A equipe da 6ª UPAm informou que o responsável sanou o vazamento do óleo e se prontificou a reparar o dano ao solo e que foi conduzido à 79ª DP para prestar esclarecimentos. Uma perícia foi solicitada ao local.O Linha Verde solicita a população que continue denunciando crimes ambientais através dos telefones 2253 1177 e 0300 253 1177 ou ainda pelo APP “Disque Denúncia RJ” onde é possível anexar fotos e vídeos juntamente com o relato. Em todos os canais, o anonimato é garantido ao denunciante.

Polícia Civil resgata 17 pássaros silvestres de cativeiro em Seropédica

Dezessete pássaros silvestres foram resgatados de cativeiro no município de Seropédica, na Baixada Fluminense, após policiais civis da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA) terem recebido informações do Linha Verde (0300 253 1177) sobre guarda e comércio ilegal de aves da fauna silvestre.

Segundo os agentes da especializada, as aves estariam no interior de uma residência localizada na Estrada do Curtume e como não possuíam anilhas de identificação junto ao IBAMA e o proprietário também não tinha as licenças necessárias, os pássaros foram encaminhados ao Centro de Triagem de Animais Silvestres (CETAS) onde após tratamento serão devolvidos ao habitat natural. O morador da residência foi conduzido à sede da DPMA onde responderá judicialmente segundo o artigo 29 da lei de crimes ambientais.

Desde o início do ano, o Linha Verde já recebeu 185 denúncias sobre guarda e comércio de animais silvestres em todo o Estado do Rio e para continuar ajudando a polícia, você denunciar de forma anônima através do telefone 0300 253 1177 (custo de ligação local) ou ainda utilizando o aplicativo “Disque Denúncia RJ” desenvolvido para celulares.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.