Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

Polícia investiga quadrilha especializada em furtar petróleo

Estão sendo cumpridos 11 mandados de busca e apreensão e quatro de prisão.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

A Delegacia de Defesa de Serviços Delegados (DDSD) e o Ministério Público realizam nesta quinta-feira (22), uma operação para desarticular uma quadrilha especializada em furto de petróleo nos municípios de Cachoeiras de Macacu, Cosmos, Duque de Caxias e Itaguaí.

Segundo a Polícia Civil, estão sendo cumpridos 11 mandados de busca e apreensão e quatro de prisão. Até o momento, três pessoas foram presas. Os mandados foram expedidos pela 3ª Vara Especializada em Crime Organizado do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ).

De acordo com as investigações, a ação teve início após a Transpetro, empresa responsável pela logística da Petrobras, constatar que houve um furto em seus tubos de transmissão, em janeiro de 2022. Após isso, uma equipe da DDSD, foi a localidade denunciada, e ao saírem da viatura, foram surpreendidos com disparos de arma de fogo. Na ocasião, os policiais encontraram um carro abandonado com documentos, telefone celular e outras munições.

Um dos procurados seria líder da empreitada criminosa. Ele teria a função de organizar, planejar, coordenar e executar todas as ações do grupo, que inclui a ocupação de um sítio localizado próximo aos dutos de transmissão por onde passa o petróleo. Além disso, seria responsável pela venda do combustível para as distribuidoras.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.