Foto: Reprodução da Internet

Polícia investiga gangue que compartilhava pornografia infantil para todo o Brasil

Pelo menos um dos membros do grupo criminoso teria repassado 28 arquivos que continham vídeos e fotos de crianças e adolescentes em cenas sexuais.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Uma gangue investigada pela Polícia Civil de Brasília, é alvo de operações nesta quinta-feira (4), nas imediações da capital do país. No total, seis mandados de busca e apreensão são cumpridos contra seis homens entre 19 e 22 anos por equipes de agentes.

Todos os integrantes da quadrilha são investigados por compartilhar e armazenar pornografia infantil através do WhatsApp. Pelo menos um dos membros do grupo criminoso teria repassado 28 arquivos que continham vídeos e fotos de crianças e adolescentes em cenas sexuais.

Ainda segundo as investigações, os criminosos consumiam m medicamento ansiolítico misturado com bebidas alcoólicas e fazia rachas (corridas clandestinas) nas vias do Distrito Federal.

Os investigadores da polícia identificaram os integrantes da quadrilha durante uma operação em junho deste ano, com o objetivo de apurar um acidente de trânsito ocorrido em 13 de maio de 2021, no qual um Audi, com o motorista e dois passageiros, invadiu uma serralheria situada na Rua 10 de Vicente Pires. Um dos acusados fugiu do local para evitar a prisão em flagrante pelo crime de embriaguez ao volante.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.